sábado, 15 de setembro de 2018

Cenas temporárias


Sei que não sou tão puro ou santo quanto deveria; e agradeço ao Senhor, por não ter necessidade de ouvir vozes de fora à me convencer quanto a isso. Algumas vezes, sinto como se (em mim mesmo) coexistissem duas vontades em conflito. Um delas, procurando me convencer de que me basto a mim mesmo; a outra, chorando enquanto diz que fui liberto e que sou o que sou pela graça de Jesus. Como eu me sinto bem com as reflexões do homem interior, que sente prazer na Palavra de Deus! E cuja voz optei por ouvir, enquanto por aqui estiver. Sigo a Jesus Cristo! E me sinto eternamente grato e protegido!

Não é de hoje, a minha vida intercala vales e montanhas enfrentando hostilidade ao longo do caminho. Sempre fui um admirador dos sons, formas e cores existentes na terra! Gosto de ver as verdes montanhas contracenando com rochedos escarpados; gosto de estar a beira-mar, quando amanhece ou anoitece; gosto de ver os pássaros (seus trinados, assobios e cores). Porém, nada deve interromper minha jornada, rumo ao céu de luz. Portanto, preciso entender que as belezas da vida são cenas temporárias. Sim! Tenho um caminho a seguir e uma meta a alcançar. Enfim, pela Bíblia eu sei de onde vim e para onde vou.

O céu é de luz: "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vô-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:1-6). E Jesus é o Caminho para ele.

Vida real é a vida que vivemos na presença de Deus:
https://youtu.be/5l6lrsji8GM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário