sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Alegria e tristeza


Na vida é muito comum, intercalarmos alegria e tristeza... Hoje acordei com uma ponta de tristeza sem causa provável. Logo, fui buscar nas profundezas do ser, alguma razão que a justificasse; mas não encontrei. Sei que não era tristeza segundo o mundo, que alimenta melancolia e revolta. E não era tristeza segundo Deus, que nos leva ao arrependimento. Então... Fiz o que acho que todo crente deve fazer, estando triste ou alegre: Me voltei para o amor de Deus, que me acalma; para o perdão de Deus, que me absolve; e para a graça de Deus, que me alenta. Enfim... Louvei a Deus e procurei me alegrar nele!

Não precisamos de um evento triste, para nos sentirmos tristes; nem de um evento alegre para sentirmos alguma alegria. O que precisamos mesmo é ter Jesus em nossa vida, para sabermos como lidar com as alegrias e tristezas. Com Jesus no coração sempre haverá um lenço para enxugar nossas lágrimas, um abraço para nos confortar, e um óleo sagrado para nos ungir. E, assim sendo, não devemos deixar Jesus esperando à porta do coração; enquanto ficamos indecisos, pensando se deixamos ou não o Senhor entrar em nossa vida. Afinal, a vida é sempre bela e compensadora, para quem tem Jesus em seu coração.

Alegre ou triste, viver com Jesus é o melhor modo de se viver: "Na verdade, na verdade vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará, e vós estareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá em alegria. A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vô-la tirará." (João 16:20-22). Glória a Deus!

Gosto desta canção, pois destaca a fidelidade de Deus:
https://youtu.be/inZOZLHsKAw

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário