sábado, 18 de agosto de 2018

Uma antiga convicção


Sinceramente... Eu me sinto em condição de dizer que, ontem, o céu baixou sobre a nossa frente missionária em Ílhavo! Pois uma indizível unção de alegria se fez presente, como névoa envolvendo a todos nós; e a presença de Deus era tão evidente naquele lugar, que as orações feitas e canções entoadas eram prontamente correspondidas. E a mensagem da Palavra soou como uma profecia incentivadora à permanência em Jesus, o Sumo Pastor. Isto me faz lembrar a canção que diz: "Há momentos, que as palavras não resolvem; mas um gesto de Jesus demonstra amor por nós... Foi no calvário que Ele, sem falar, mostrou ao mundo inteiro o que é amar." Ao final do culto, a alegria era visível em cada rosto.

Sinto em meu espírito que a frente missionária de Ílhavo está prestes a se tornar uma influente e poderosa igreja... Logo, penso comigo: "E eu que achava ter encerrado meu ministério; me vejo na continuidade de um chamado que não se encerrou em 2015." Entretanto... Nas profundezas de meu ser, sou admoestado quanto à grandeza do chamado que recebi do Senhor, para ser um plantador de igrejas. Portanto, a missão continua, a obra continua; enfim... A vida continua! E na medida em que o tempo vai passando, cresce em mim uma antiga convicção que trago; de que não existe atitude melhor do que a de esperar no Senhor. O salmista Davi explica bem isto, no salmo 40. Enfim... Esperar em Deus é a nossa melhor atitude!

Este salmo tantas vezes me inspirou: "Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor. Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos. E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no Senhor. Bem-aventurado o homem que põe no Senhor a sua confiança... Folguem e alegrem-se em ti os que te buscam; digam constantemente os que amam a tua salvação: Magnificado seja o Senhor. Eu sou pobre e necessitado; contudo o Senhor cuida de mim. Tu és o meu auxílio e o meu libertador; não te detenhas, ó meu Deus." (Salmos 40:1-3;16-17). Inúmeras vezes, ele me fez cantar.

Quando eu me entristecer e chorar, vou me lembrar e esperar:
https://youtu.be/4J4OcRebapU

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário