quinta-feira, 31 de maio de 2018

As três esferas


Quero agradecer, de coração, aos que leem e comentam as orações que registro em minha "page". Porém, por mais que sejam concordes comigo; creio ser difícil imaginar o que sinto quando me ponho a orar. Logo no início de minha vida cristã, percebi a grande importância de buscar a presença de Deus. E também me dei conta que emoção, razão, e espiritualidade jamais poderão traduzir fielmente, aquilo que se passa no íntimo de alguém que ora (digo por experiência própria). Ou seja: Ainda que estas três esferas que definem nossa conduta, sejam depuradas dos resquícios da impureza e da maldade; elas nunca serão capazes de interpretar com exatidão o agir de Deus, na vida daquele que se encontra no lugar de oração.

Na verdade... Mesmo aqueles que leem e concordam com as orações que aqui posto; eles só conseguirão entender aquilo o que eu me proponho a transmitir, se buscarem a Deus em espírito e em verdade. É que a questão não é apenas orar a Deus - seja buscando bens e serviços, ou se queixando dos problemas e lutas que enfrenta. Sinceramente... Creio poder dizer que o prazer e valor da oração não está em oferecer algo a Deus, ou receber algo dele... Vai muito além disso! Pois, ainda que a disposição de obter ou dar algo a Deus seja importante; a verdade é que estar com Deus, em um encontro amoroso entre filho e Pai, é o ápice da vida de oração! Um prazer que supera qualquer outro que tenhamos na vida! Glória a Deus!

Fico a tentar imaginar o sentimento do salmista, ao escrever esta oração: "Todavia estou de contínuo contigo; tu me sustentaste pela minha mão direita. Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória. Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti. A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre. Pois eis que os que se alongam de ti, perecerão; tu tens destruído todos aqueles que se desviam de ti. Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras." (Salmos 73:23-28). Todavia... Isto só possível se orarmos como ele orou.

Vejo nesta canção, uma profunda e oração:
https://youtu.be/SRjWqPdH6UY

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário