segunda-feira, 2 de julho de 2018

Propósitos divinos


Segunda-feira fria e eu aqui, em Portugal, e a pensar... Quantos caminhos percorri, quantas lutas travei, quantas tempestades enfrentei, até chegar aqui novamente (pela terceira vez) - antes missionário, depois bispo, agora jubilado. Passei por vales e montanhas, selva e deserto, rios e mares... Meu Deus! Quanta gratidão trago comigo - intercalada com as diversas lembranças que acumulei ao longo do tempo. Encontrei a esposa ideal, vi meus filhos crescerem, abracei meus netos, granjeei amigos, honrei sagradas alianças... Glória a Deus! Pois tentações enfrentei, ataques sofri, mas tudo venci.

Na verdade, todo ser humano tem como tarefa cumprir o propósito de Deus para sua vida. Mas, para que possarmos entender e cumprir plenamente esse propósito; precisamos entregar, sem reserva, nossa vida a Jesus e nele permanecendo! Pois, no mundo, é tão fácil sermos enganados - confundindo o propósito divino, com as escolhas ruins que fazemos. Tenho chegado à conclusão que a dor e provação só se justifica, quando é parte integrante do propósito de Deus. Com isto, quero dizer que alguns dissabores poderiam ter sido evitados, se vivêssemos realmente segundo seu santo propósito.

Este texto não abrange a todo cristão nominal: "E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." (Romanos 8:26-28). Mas... aos que amam e andam no propósito divino.

O propósito de Deus pode nos levar ao vale escuro:
https://youtu.be/CGXH4jadJ7Q

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário