terça-feira, 5 de junho de 2018

O tempo se abrevia


Neste dia, estou a pensar na brevidade do tempo... Ainda bem! Pois é um tempo de engano - cheio de violência (na cidade e no campo) e de desvio de conduta (entre doutos e indoutos, pobres e ricos, pretos e brancos, velhos e moços). Portanto... Precisamos nos apegar aos valores de uma saudável tradição familiar e cristã (se é que os temos); e aprender com o Senhor, a contar os nossos dias. Sim! Precisamos fortalecer nossas defesas espirituais; pois o processo sedutor que influencia este mundo tem seduzido e aprisionado muitos crentes (até mesmo bons líderes cristãos). Estejamos atentos!

Não posso deixar de pensar em minha pátria... País onde governantes e governados parecem ter uma cumplicidade trágica (os líderes corrompidos pelo dinheiro e pelo poder; os liderados corrompidos por promessas vãs e liberdade profana). E, se alguém tem alguma dúvida quanto ao que afirmo, é só olhar o eclodir da profanação e blasfêmia nas diversas formas, religiosas e seculares (até mesmo entre alguns que se apresentam como evangélicos); e a depravação moral que influencia a cultura e as artes do nosso país. Creio que ainda há salvação para nosso pobre povo; porém... O tempo se abrevia.

Esta profecia do próprio Senhor Jesus sustenta a assertiva desta mensagem: "E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vô-lo tenho predito." (Mateus 24:22-25). Precisamos permanecer vigilantes, e combater o mal com o bem, atentos ao desenrolar do drama em que hoje se vive.

Não esqueçamos que Deus nos conhece muito bem:
https://youtu.be/luPtG6EqquQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário