segunda-feira, 11 de junho de 2018

Mundo em crise


A Palavra de Deus recomenda que oremos - pelos governantes, pelos povos, pelas famílias, por nós mesmos. Enquanto estou em oração, fico a pensar na realidade atual do mundo... Trump e Kim Jong-un terão seu tão esperado encontro em Cingapura; as seleções de futebol já se encontram na Rússia, para disputarem a copa do mundo; O Presidente Temer preside o Brasil (um governo sem rumo dirigindo um país desgovernado)... E por falar no governo Temer; alguém se recorda de alguma medida deste governo, concretamente em favor do povo, nas muitas e onerosas reuniões desse governo? Precisamos do agir de Deus se sobrepondo às urnas eletrônicas.

Realmente... Precisamos orar - pelo mundo e seus conflitos, por nossa nação e sua crise moral, por nós mesmos e nossos valores. Pois, em cada manchete que lemos, vemos a bíblia se cumprir (catástrofes, fome, assolação, violência, pragas). Só mesmo o Senhor Jesus, para conter a fúria com que o inimigo das nossas almas golpeia os moradores do mundo. E o pior é ver a progressão do pecado - sob todas as formas possíveis e imagináveis; que contamina e corrompe pessoas de todos os credos - submetendo povos e nações ao escárnio dos valores morais, das leis e dos bons costumes. Seja qual for a gravidade do problema; não haverá solução sem Jesus.

Esta é uma advertência atualíssima: "Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo. Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram" (Judas 1:3-6). Só a fé em Jesus, pode nos livrar do abismo!

Assim como Alda Célia - eu também creio no poder da oração:
https://youtu.be/aXNAAP-OwhQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário