quarta-feira, 20 de junho de 2018

Graça de Deus


Existem dias, em que temos a impressão que a dose de graça precisa ser maior; embora isto seja apenas ligeira impressão. Na verdade, a graça é abundante e disponível à todos os seres viventes. E só não faz pleno proveito dela quem a ignora; ou, simplesmente, quem a descreia. Em minhas orações diárias, sou fortificado na graça que me envolve e sustenta. Portanto, isto recomendo a todo cristão professo: Que mergulhe no oceano da graça e desfrute do prazer de nela se refrescar e recompor. Pois a graça de Deus é bastante e ela nunca faltará - a não ser para aquele que dela tenha caído.

A crença no Deus doador da graça, impõe que nele confiemos inteiramente. Sei que podemos depositar alguma confiança nas pessoas; embora a confiança no ser humano seja sempre relativa (e digo isto, porque ninguém neste mundo pode nos atender completamente em todas as nossas necessidades e carências). Logo, por mais que alguém nos ame e queira ajudar, este alguém tem os seus entraves e limitações; e ignorar isto é insensatez! Pois, em certos momentos, só a graça de Deus poderá nos valer! Mas, precisamos nos render ao Seu cuidado, confiando plenamente nele.

Maravilhoso testemunho este: "Ora, muito me regozijei no Senhor por finalmente reviver a vossa lembrança de mim; pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade. Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." (Filipenses 4:10-13). Assim também deve ser nossa confiança no Senhor.

A ti eu vou clamar, pois tudo vem de ti:
https://youtu.be/HWVuBlxj0Fg

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário