segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Marcas de Cristo na vida

A imagem pode conter: texto e atividades ao ar livre

Estive refletindo sobre minha jornada cristã... E sobre algumas coisas que não devo levar comigo. Então, percebi que não devo levar sentimentos impróprios (mágoa, ressentimento e rancor); nem devo manter os olhos nas brumas do passado; mas, os ter na luz do horizonte, para onde estou indo. Sei que não devo me deixar prender por laços do ontem; mas, sim, seguir em frente - atrelado ao hoje e ligado ao futuro - para onde eu ando. Como faz bem, a sensação de dependência de Deus, sem arriscar a sorte.

Uma das boas lições, que aprendi em minha caminhada: É que não devo transformar o desprezo, injúrias e ofensas sofridas, em mágoa e rancor; mas, devo as usar como adubo... Para nutrir o fruto do espírito que cresce viçoso na árvore que é minha vida. Aprendi também, que não devo transformar o meu sofrer em drama; e sim, em marcas de Cristo em minha vida (posso dizer que elas são muitas). Glória a Deus! E como diz a canção, devo ser "como farol que brilha a noite, como ponte sobre as águas".

Sempre olhei com admiração este texto Bíblico: "Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus. Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja, irmãos, com o vosso espírito! Amém." (Gálatas 6:15-18). Cristo - a minha razão maior!

Glória a Deus! Assim deve ser a nossa vida cristã:
https://youtu.be/UluCx82o4zE

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário