sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Pastores segundo Jesus

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Meditemos nesta mensagem que postei em 23/01/2013:

Nesta manhã, estando em oração; senti um forte desejo de adorar o Deus vivo. Na medida em que esta unção foi me envolvendo, lamentei não ser o homem de oração que eu gostaria de ser; mas, sei que Deus está comigo. Então, intercedi: Por minha família, meus companheiros no ministério, e pelos membros da 2ª Região. Ao orar pelos pastores que foram transferidos, meu espírito gemeu; pois o Espírito me fez lembrar de orar por estes dois tipos de pastores:

O primeiro tipo: São pastores que não souberam tratar sua igreja anterior; da qual saíram, após a terem corrompido e maltratado (aquele tipo de "ministério" que empobrece uma igreja). E, apreensivo pelo que possam fazer à sua nova igreja, tão carente de amor; pedi ao Senhor que os ensine a tratar o rebanho, como tratam a sua família; aí... Pensei: "Talvez não tratem bem sua própria família". Então, pedi ao Pai que faça deles pastores segundo o Senhor Jesus.

O segundo tipo: São pastores que deixaram atrás de si uma igreja abençoada e feliz com seu ministério; e agora, não conseguem se desligar daquilo que ficou para trás (como se apanhados em armadilha) se deixando prender pelo trabalho anterior; sem entender que o Senhor os chamou à um novo desafio. E eles sofrem, por terem uma história; e... Não conseguirem se desprender dela. Com isto, seu futuro ministerial fica comprometido; e correm risco de fracassar.

Devemos meditar nesta exortação de Jesus: "E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros. Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas." (João 21:15-16). O pastor precisa viver e praticar este amor.

Sempre que ouço esta canção, penso no ministério pastoral:
https://youtu.be/wWSqyxyCGX8

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário