sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Sinais de advertência

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

A Palavra de Deus procura orientar a todos; quanto aos passos que precisamos dar para vivermos uma vida em plena paz e sob a proteção do Senhor. Deus demonstra Sua vontade de nos ver vencer, ao sinalizar com promessas, e elas são mais firmes que uma rocha; todavia, só exercem efeito concreto na vida dos que confiam no Senhor. A Bíblia está repleta de exortações, a que confiemos no Senhor. Sempre que vejo um cristão desanimado, sem rumo na vida; penso: Este é um crente que deixou sua confiança nas promessas do Pai e passou a confiar em si mesmo. Pois a confiança no Senhor se traduz em vitória.

Na verdade, a Bíblia também emite sinais de advertência, alertando quanto ao risco da tentação e ao perigo do pecado; pois a tentação pode levar um crente a duvidar das promessas de Deus e ao pecado que, uma vez consumado, pode leva-lo a se afastar de Deus, a se desviar da fé, e a morrer espiritualmente (tenho visto inúmeros exemplos de vidas, outrora firmes e determinadas, agora completamente fora do caminho do Senhor). É tão triste, vermos cristãos se deixarem seduzir pelos prazeres deste mundo, na prática do pecado, sem se aperceber que o pecado pode leva-los à morte e à perdição eterna. Meu Deus! 

 Salmo motivador este: "Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre. Assim como estão os montes à roda de Jerusalém, assim o Senhor está em volta do seu povo desde agora e para sempre. Porque o cetro da impiedade não permanecerá sobre a sorte dos justos, para que o justo não estenda as suas mãos para a iniquidade. Faze bem, ó Senhor, aos bons e aos que são retos de coração. Quanto àqueles que se desviam para os seus caminhos tortuosos, levá-los-á o SENHOR com os que praticam a maldade; paz haverá sobre Israel." (Salmos 125:1-5). Amém Jesus!

As promessas do Pai... É maravilhoso confiar nelas! Aleluia!
https://youtu.be/mIWxPgGnVFU

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário