quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Quanto mais orarmos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Como filhos de Deus que somos, mediante a graça revelada na pessoa de Jesus; jamais devemos olvidar a oração como meio de acesso, súplica e ação de graças a Deus. Quanto mais orarmos, mais entenderemos o mistério da graça e seus derivados (salvação, santidade, perdão, adoração). Sou testemunha viva, dos recursos da graça e dos seus benefícios na vida de um crente em Jesus. Pela graça, somos salvos, perdoados e reconciliados. Entretanto, jamais devemos esquecer que isto só se tornou possível porque Jesus, redentor único e perfeito, nos fez filhos da graça. Amém!

Um crente envolto em graça, sempre terá a direção do céu, para fazer valer sua condição de servo de Deus que vive pela fé - sem jamais se intimidar pelas provações ou por ventos contrários. Isto, porque ele sempre terá em mente o alcance eterno da graça, que deve se sobrepor a todas as tendências carnais que ameaçarem a sua nova vida em Cristo. Como nascidos de Deus que somos; precisamos investir mais em oração e no conhecimento da Palavra, para não sermos vencidos pelos conceitos humanistas e egoístas; os quais corrompem até mesmo bons cristãos que se descuidam.

A epístola aos Gálatas faz apologia da graça, em contraposição à lei: "Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Porque nós pelo Espírito da fé aguardamos a esperança da justiça." (Gálatas 5:1-5). Pela graça somos salvos!

Superabundante graça, maravilhosa graça, graça de Jesus!
https://youtu.be/nJTqGvEc-QM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário