quarta-feira, 19 de junho de 2013

Mais Teu e menos meu


Querido Pai; sempre que me prostro aos Teus pés, meu primeiro pensamento é estar em Tua presença. Na verdade, são poucas as vezes, em que trago uma razão motivadora que esteja acima deste desejo. Sinto que preciso estar no lugar de oração com o objetivo de Te buscar e de estar em Tua presença. E então, enquanto formulo as primeiras palavras - sempre intercalando adoração e gratidão - começam a surgir alguns motivos de intercessão, além daqueles que via de regra se apresentam imediatamente após o primeiro tempo da minha oração (família, amigos, ministério, igreja). Fato é que estar em Tua presença é sempre a mais importante das intenções. Obrigado por tudo, Pai!
 
E neste momento, me vem ao espírito o culto de ontem a noite; na igreja de Palmeiras, sede do Distrito de Belo Horizonte. Percebi que o aniversário do Pastor Marcus Ely Ribeiro foi comemorado de um modo agradável, comovente. As palavras de sua esposa, irmã Mel Ribeiro, soaram edificantes e maduras. O Ministério de Louvor dirigido por sua filha, irmã Luciana Ribeiro, liberou um sentimento de adoração que todos puderam sentir. Os departamentos, sem exceção, foram espontâneos e sensíveis. E me causou especial impressão, a presença dos Pastores do distrito e dos Presbíteros da igreja; que conferiram importante chancela de aprovação ao ministério do Pastor Marcus Ely.
 
No entanto, Pai; sinto que preciso estar em Tua santa presença o maior tempo possível. É como se eu dependesse disso para continuar vivendo. Uma das coisas que afloram em meu espírito, ao estar em Teu altar; é que preciso ser mais Teu e menos meu. E este sentimento me leva à triste conclusão de que ainda não sou totalmente Teu. Lamento, Pai! No entanto, se a minha humilde vida for diariamente estendida no lugar de oração; creio que chegará o dia em que serei inteiramente Teu, sem a menor reserva pessoal; sem gostos ou preferências que se sobreponham ao Teu querer em minha vida. Então, nesse venturoso dia, creio que não haverá homem mais feliz do que eu em toda a face da terra!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário