segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Orar pela Igreja e pela nação


Precisei fazer esforço, para buscar mais cedo a unção na Fonte; pois, daqui a pouco, Maria Célia & eu estaremos retornando à casa. Procurei refletir sobre nossa estada no Triângulo Mineiro... Foi compensador! Nunca é fácil nos despedirmos de pessoas que amamos; como nos distanciarmos de pessoas que nos transmitem segurança e confiança? Pois foi assim que eu me senti. Ontem, estivemos almoçando com o Pastor João Braz & sua esposa Débora. Quantas recordações! Os dias que passamos em casa do Pastor Perim & Eunice, foram dias de descanso. Somos gratos ao Senhor, pelos amigos que nos Deu; e pelo baú de lembranças, repleto de histórias.

Ao buscar a presença de Deus, me vi tomado por pranto entrecortado com gemidos, ante a certeza de que a cortina de um ato profético está baixando. Ao orar pelo Brasil, dor e angústia me cobriram, da cabeça aos pés. Afinal, como não chorar, ante o que está por vir! E Deus me fez saber, que existem ocasiões, em que a dor do coração é bem melhor do que o sorriso do rosto; e entendi que esta deve ser uma delas. Ao orar pela Igreja e pela nação, o meu espírito sentiu o quanto estamos despreparados para enfrentar males em andamento; ainda que anunciados pela boca de Deus. Todavia, isto é próprio da maioria das pessoas: Esperar algo melhor, enquanto o mal segue seu curso.

Este texto é clara advertência para todos nós, que vivemos em Cristo:

"O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz."
(2 Pedro 3:9-14)

Então, cabe a nós - crentes comprometidos - perseverar na fé bíblica.

Enquanto meditamos, ouçamos atentamente esta canção entoada por Damares:
https://youtu.be/nsYcRlvHtQU

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário