quarta-feira, 16 de maio de 2012

Amor e graça



Eu posso testemunhar, quantas vezes for necessário, que algo sempre acontece quando estou em oração perante o Senhor. É como se uma janela se abrisse ante os meus olhos, para que eu pudesse vislumbrar imagens que - mesmo distantes - apresentam traços de beleza e de revelação. Tenho aprendido muito estando aos pés do meu Senhor e Salvador. Na vida, assim como no ministério cristão, não há como construir nada de bom e que valha a pena ser erigido, sem que estejamos no lugar da oração.

Ontem postei esta experiência em minha página no facebook. Eu estava orando, como de costume. E, prostrado aos pés do Senhor, me dei conta de que o importante mesmo é Sua graça e Seu amor em minha vida; posto que até as minhas certezas podem ter conteúdo enganoso. Isso é muito comum. Jesus nos adverte: "E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane" (Mateus 24.4). E esta advertência está em sintonia com outras similares na Bíblia. Mas, é preciso orarmos para entendermos o que lemos nas Escrituras Sagradas. Enquanto orava, cheguei a conclusão de que somos facilmente enganados até mesmo por nossas emoções, por nossos desejos e até por nossos sonhos.

Prostrado diante de Deus, pude entender o quanto podemos ser enganados! Enganados até mesmo por alguns dos nossos maiores amigos (isso não invalida sua amizade; apenas a torna perigosa). A Palavra de Deus nos exorta a sermos cautelosos: "Não creiais no amigo, nem confieis no vosso guia; daquela que repousa no teu seio, guarda as portas da tua boca" (Miquéias 7.5). Na verdade, o que o Senhor está nos dizendo é que podemos ser enganados até mesmo por pessoas que querem o nosso bem; quando - as vezes - procuram nos ajudar. Podemos, inclusive, ser enganados até pelos nossos sentimentos.

E assim, precisamos entender e valorizar a graça e o amor de Deus acima de qualquer coisa. Eles são maiores do que os nossos mais puros desejos; do que os nossos mais belos sonhos. Na verdade, o amor e a graça de Deus são muito maiores do que as nossas mais importantes e conservadoras convicções. Portanto, esta é uma grande verdade que precisamos conhecer plenamente: A de que - na escala de grandeza - o amor e a graça de Deus são maiores do que tudo aquilo que nos rodeia neste mundo; do que os anjos inclusive. Amor e graça só não são maiores do que o próprio Deus que os concede a todos nós!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário