quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Lobo entre ovelhas

"Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho" (Atos 20:29)

Hoje, comentando uma foto postada pelo Pastor José Ribeiro em minha página no facebook, senti o desejo de ampliar e estender o comentário ao meu blog. Penso ser de grande relevância para a realidade com a qual lidamos hoje em dia. É que, do jeito que as coisas vão, convivemos com inúmeros crentes - sem chegarmos a conhece-los - no "pequeno/grande" rebanho do Senhor.

Vivemos em época de produção de medicamentos genéricos em larga escala. O Aurélio define genérico como um adjetivo aplicado a medicamento comercializado com o nome técnico, que é o nome do princípio ativo que o integra. Na verdade, este termo se atribui a remédio cuja patente foi quebrada. É mais ou menos como aquele crente que diz ser "cristão", mas sem ter "patente". Eles dizem ser "de Cristo"; portanto, sem compromisso com  igreja. E quando se introduzem em alguma, é apenas para criticar e tentar confundir alguns crentes mais frágeis que não resistem a argumentos persuasivos, embora contraditórios. Será errado ver este tipo de crente como "crente genérico"?

Todavia, de uma coisa tenho absoluta certeza: Esta espécie de "crente" vai se tornando cada vez mais comun na Igreja do Senhor. Ele não é de estar em todos os cultos, pois, só vai aos mesmos quando "sente de Deus". Quando os encontramos, em meio a um culto cheio da unção de Deus, percebemos uma convincente expressão de temor e quebrantamento. Quando não os conhecemos muito bem, suas lágrimas abundantemente derramadas chegam a nos convencer de que estão entre os crentes mais dedicados.

No entanto, alguns desses "crentes" são capazes de, no dia seguinte, ir a um programa mundano com a mesma expressão de deslumbramento no rosto e no olhar. Tenho, inclusive, sabido de casos tristes; em que este tipo de crente, logo após um fervoroso culto, consegue utilizar sua lábia para seduzir uma ingênua irmãzinha; sendo capaz de desencaminha-la ali mesmo, na porta da igreja. Geralmente, fico sem saber definir se o tal é mesmo um "crente genérico" ou um "lobo entre ovelhas". Então, me ponho a pensar... Aonde os tais pretendem chegar com esta duplicidade de vida?

Chego a triste conclusão que o "lobos entre ovelhas" é um espécimen que vem se reproduzindo assustadoramente - infiltrando-se dentro do rebanho do Senhor e pondo-o em perigo. Geralmente, está sempre muito bem camuflado! E, de tal modo se disfarça, que o seu disfarce somente se desmascara com a pregação da "Palavra da Verdade" - aquela que é como uma espada cortante - única capaz de denunciar o mal (lobos e demônios), diagnosticar a doença (natureza pecaminosa) e indicar a cura (conversão a Cristo)! 

"Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas" (Mateus 10:16)

Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. Ok. Bispo Calegari, fui muito edificada pelas suas mensagens, obrigada pelas orientações. Que Deus continue usando a a sua vida!

    ResponderExcluir