terça-feira, 22 de novembro de 2011

Oração Preventiva

A alguns dias atrás, eu estava orando a Deus pela madrugada, na sala de estar do Pastor Geraldo Lúcio Rodrigues. É como sempre faço! Oração "chorosa e molhada". Não sei fazer diferente. Enfim... Não é algo que eu deseje fazer - simplesmente acontece. E quando eu orava, me voltei para um fator que Deus me propusera na noite anterior, quando pregava no culto da "Ceia da Unidade" do Distrito de Guarapari - no templo da IMW do Maracanã, em Cariacica.

Enquanto entrecortava choro com riso, voltei-me para a "oração preventiva" - a oração que antecipa a solução - antes do próprio problema que a provoca. Confesso que foi um sentimento interessante... Como se eu houvesse descoberto algo que eu já soubesse; parecido com algo "de que não me lembrava - perdido em algum lugar, sem que eu soubesse onde".

Enquanto orava, fui invadido por uma enorme convicção de que a oração pode mudar o rumo de um acontecimento futuro. É mais ou menos como um replay de um quadro que ainda não foi finalizado. Enfim... A oração preventiva tem o poder de trazer solução para um problema que ainda não foi gerado. Isso é muito bom!
 
Ao levantar-me do lugar da oração, comecei a escrever sobre este assunto. E, enquanto escrevia, senti em meu espírito que o próprio Jesus inseriu um elemento preventivo na "oração do Pai nosso" (Mateus 6.9-13) - que é o termo "Não nos deixe cair em tentação". Vejo, aqui, a expressão "Não nos deixe cair..." como a solução antecipada - ao passo que "...em tentação" é o problema ainda não gerado.

Portanto, convencido da importância deste recurso sobrenatural, vou continuar orando. E, na oração, serei objetivo: Continuarei combatendo espiritualmente os males já presentes em meu dia-a-dia; todavia, buscando solução para os males que ainda virão. E, então, saberei que os males futuros serão menos agressivos do que seriam - caso eu não estivesse orando.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário