quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fé firmada na Palavra

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Hoje de manhã, estive pensando no valor da fé - palavra, entre as menores da nossa língua; pequena como a figura bíblica com a qual é comparada (grão de mostarda). A fé (ao seu possuidor) tem o poder de matar ou de salvar; de elucidar ou enlouquecer; de esclarecer ou confundir - a depender da fonte em que bebe e da base em que se apoia. Na verdade, a fé só se torna salvadora quando se torna bíblica e cristocêntrica. Portanto, sua convicção precisa estar na Bíblia e sua motivação precisa estar em Jesus.

Tenho decidido em minha vida e crença, me guiar pela Palavra de Deus, não pelo palpite humano; e me deixar usar pela unção do Espírito, não pela emoção humana; pois eu sei que o espaço entre a fé bíblica e a razão humana é uma espécie de território neutro; onde tudo de mal pode acontecer (desvios, deturpações, decadência moral e outros derivados). Portanto, preciso basear os meus valores sagrados, sobre a fé firmada na Palavra de Deus; que se sobrepõe aos condicionamentos impostos pela religião.

Esta é a fé que nos faz crescer: "Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (Judas 1:3,4). Enfim... A fé bíblica é a única que nos torna mais que vencedores.

Este hino, um clássico cristão, tem sido entoado por gerações cristãs:
https://youtu.be/Gz4_SwGPlfA

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário