segunda-feira, 26 de junho de 2017

Despertado para orar

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Fui despertado para orar, mais cedo que de costume. Sei que, quando isto acontece, é porque o Senhor quer me falar (ou me guardar) de um modo especial. Na verdade, nunca sabemos o que um novo dia nos reserva; entretanto, somos encorajados pelo fato de Jesus nos ter dito, que "Basta a cada dia o seu mal." (Mateus 6:34). O bom é que, neste mesmo texto, Jesus também nos conforta - ao dizer que não devemos ficar inquietos quanto ao dia seguinte. Tenho aprendido na Palavra, que o meu maior desafio é saber lidar com a minha natureza rebelde. E assim... Preciso orar e vigiar sempre!

Ainda orando, busquei dose de reforço para meu domínio próprio; pois a natureza rebelde sempre reage de modo temerário e, na maioria das vezes, precipitado. Um dos meus maiores desafios, sempre foi lidar com a relação hierárquica; pois eu precisava ser submisso aos meus líderes, brando para com meus liderados, serviçal e amoroso para com todos (mesmo para com quem me tratava com falsidade ou desrespeito). Sempre priorizei o equilíbrio na vida familiar, nas adversidades diárias, e nas provações rotineiras. Enfim... Ser sal e luz em todo tempo. Só mesmo em oração!

Gosto de ler e reler este texto, que tem inúmeras aplicações: "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo." (2 Coríntios 12:7-9). Uma delas, é manter a natureza carnal sob controle.

Sou profundamente abençoado por esta linda canção:
https://youtu.be/3m5C4uFqSCM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário