segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Meu primeiro amor

!

Na manhã de sábado, Maria Célia & eu continuamos nossa viagem, rumo a Governador Valadares, cidade mineira apelidada de "Princesa do Vale". Como eu me sinto feliz! Tanto pelo que dei, como pelo que recebi desta cidade! Nela, passaremos alguns dias, pregando em algumas igrejas nossas. Sempre que voltamos à Valadares; nos sentimos como se relêssemos um dos mais belos capítulos do nosso passado. Gloria a Deus! Pois Ele sempre abençoou nossa entrada e nossa saída, desde a primeira vez que nela entramos (em fins de 1972). Agradeço ao querido Pastor Sidenilson, por nos dar este presente.

Sempre que penso nesta cidade - polo do vale do rio doce - penso na cidade de Éfeso... Ah, Éfeso - cidade brindada com um grande avivamento, que destronou Diana, deusa dos efésios; cidade pisada por apóstolos, profetas, pastores e mestres; cidade premiada com uma bela carta apostólica... Cidade por Deus advertida, a retornar ao primeiro amor que jamais devia ter perdido. E ao fim desta grata recordação, penso no risco que todos nós corremos, de perder o primeiro amor. Então, agradeço a Deus por me ter conservado todo este tempo de minha vida, imerso em meu primeiro amor. Aleluia!

Leia esta carta ditada pelo próprio Deus:

"Escreve ao anjo da igreja de Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus."
(Apocalipse 2:1-7)

Ela é um alerta, para todos nós cristãos.

Ao encerrar esta reflexão, desejei ouvir esta canção tão especial:
https://youtu.be/LaCibbI2WdM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário