quarta-feira, 1 de junho de 2016

As piores injustiças


Sempre entendi que nós - crentes comprometidos com excelência - devemos estar preparados para qualquer tipo de situação adversa. Não tenho a menor dúvida, de que este entendimento meu ajudou, e muito, a suportar algumas provações que já sofri na vida. Creio estar em condição de afirmar que, de todas, a mais dolorosa prova é aquela que, ao infligir dor, não causa marcas visíveis que possam comprovar as aflições sofridas. Talvez por isto, as pessoas que mais sofrem sejam aquelas que menos demonstrem sofrer; pois buscam se fortalecer com espírito de oração e de perdão.

Dentre as razões que eu penso serem fortes o bastante, para levar um cristão a despejar revolta e mágoa ou a se prostrar ante o Pai em oração; estão aquelas que se enquadram no grupo que acima eu referi. É verdade! As piores injustiças são, sem a menor sombra de dúvida, aquelas que se processam abaixo da linha d'água e que não podem ser claramente notadas por quem as observa; ou que não identificam claramente os seus mentores e executores. E, para lidar com tais açoites, a melhor coisa a fazer é se dedicar à oração e procurar se ocultar nas profundezas do amor e da justiça divina.

Estas palavras são dedicadas a todos os que sofrem pela justiça:

"Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós."
(Mateus 5:1-12)

Elas trazem implícito o prêmio da perseverança na causa da Verdade.

Anderson Freire estava em um maravilhoso momento, ao compor esta canção:
https://youtu.be/_JAiq1uf0uk

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário