segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Pensai nas coisas de cima


Neste sábado, precisei me levantar antes da alva; para poder estar diante do meu Senhor. E precisei me antecipar, pois eu teria que viajar para Muriaé; para, nesta tarde, ministrar uma palavra de Deus aos seminaristas e obreiros do Distrito de Muriaé. Realmente; eu me sinto muito bem em poder retornar aos compromissos que fazem parte de minhas obrigações. Mas... Não posso deixar de tecer comentários sobre este interessante texto postado pelo querido Pastor Francisco Alves Quesado: "A nossa mente é como um profundo labirinto cheia de curvas sinuosas, povoada por monstros assustadores."; o qual foi por mim comentado, do seguinte modo: "É verdade, querido Pastor Francisco Quesado. Ainda bem que a perfeição da mente de Cristo, absorvida por nosso homem interior, compensa os conflitos da nossa mente humana carregada de imagens e lembranças indesejáveis."
 
Na verdade, eu aprendi que as grandes batalhas do crente são travadas nos bastidores de sua mente. É nela que nascem as sensações de triunfo e de prazer; e, os conflitos existenciais e ocasionais que angustiam e assustam a vida de qualquer um. Estou convencido de que é na mente que ocorrem os mais dolorosos conflitos do ser humano. Nela, definimos amigos e inimigos; em uma escolha, geralmente, corrompida por critérios gerados dos conflitos psicológicos aos quais somos diariamente expostos. E não existe alguém capaz de explorar a fragilidade da mente humana com maior êxito do que Satã. Nela, ele promove um jogo duro de "caça aos inimigos"; nos induzindo a crer que este ou aquele não gosta de nós; ou, que alguém fala mal de nós... Como se os nossos piores inimigos fossem aqueles que, em momento infeliz, proferiram palavras de desabono à nossa pessoa.
 
Desde o primeiro momento em que me deparei com este texto: "Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti."  (Isaías 26.3); aprendi que confiança e paz verdadeira, só pode ter aquele cuja mente está firmada no Senhor. Outro texto que me abençoou muito foi o testemunho do Apóstolo Pedro: "E, pensando Pedro naquela visão, disse-lhe o Espírito: Eis que três homens te buscam." (Atos 10.19); pois, nele, percebi que quando eu ocupo a minha mente com as coisas de Deus (visão, sonho, missão, etc); a minha dependência de Deus será fortalecida, e me permitirá estabelecer valioso canal de comunicação entre o Espírito Santo e o meu espírito. E temos também esta exortação da Palavra: "Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus".  (Col. 3.1).
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário