sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Sou grato a Deus


Sou grato a Deus! Este tem sido o sentimento que predomina, quando penso em me queixar de alguma coisa. É que não consigo ver nada que me acontece de bom, sem ver a mão de Deus presente e promovendo todo o bem que se move em volta de minha pequena e simples vida. Por outro lado, não consigo ver nada de mal ou de ruim que as vezes me acontece, sem que eu saiba que poderia ser muito pior - com graves conseqüências devido a minha fragilidade humana - caso Deus não exercesse vigilância e cuidado sobre minha vida.
 
E quando começo a olhar à minha volta, procurando acompanhar os meus entes queridos; sinto paz e segurança; e, muitas vezes, chego a suspirar aliviado. E estou bem certo de que me sinto assim, por saber que sirvo ao Deus vivo e eterno; cujo testemunho das Escrituras proclama que Ele enviou Jesus, o Seu Filho Unigênito para me salvar e livrar dos males sem conta que tornam este mundo tão mau; sem que eu tenha meios de defesa contra eles, a não ser o cuidado paternal deste Deus amoroso que me ama e cuida tão bem de mim.
 
Sei que o meu modo de pensar e de ver a vida pode parecer muito simples e superficial. Sei também que muitos cristãos pensam e agem de modo inteiramente diferente. Verdade é que a vida se constitui em "rasgos" de alegrias e tristezas, baseadas em situações parecidas; porém, vividas por pessoas diferentes. E é natural que pessoas diferentes reajam de modo diferente. Mas... Eu não consigo ver de outro modo: Sinto-me abençoado por Deus; e, devo tudo isso a Jesus! Portanto, vou viver e morrer afirmando que SOU GRATO A DEUS!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Casamento de Karine e Leandro

 
 
Na sexta-feira passada, estive novamente no templo da IMW de Palmares; para oficiar o enlace matrimonial de Karine e Leandro André. Ela é filha do Pastor Elcias Borges e da Missionária Elizabeth Loredo Borges; e irmã de Vanessa, Douglas e Matheus. Na verdade, foram dois eventos de grande porte no espaço de uma semana: A inauguração do templo wesleyano de Palmares e este casamento. O grupo que fez o acompanhamento musical e vocal das músicas que abrilhantaram a cerimônia, foi de uma competência admirável.
 
Entrada de Karine com o seu Pai: Pastor Elcias
 
O Pastor Elcias fez a leitura da certidão do ato civil; e logo foi sucedido pelo Pastor Edson Borges, tio da nubente, que fez uma oração por ocasião dos votos. Vanessa Borges - irmã da noiva - demonstrou ser uma exímia bailarina; ao adentrar o santuário portando o par de alianças ao som de música própria para sua dança. Ao final, convidei os Pastores Elcias e Edson para me coadjuvarem na impetração da bênção nupcial sobre os nubentes. Só lamentei não ter podido permanecer e participar da agradável recepção oferecida pelos pais de Karine.
 
Cortejo guiado por Karine e Evandro após a bênção nupcial
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Foi Deus que fez

 

Em um destes dias, orando a Deus pela manhã; era minha intenção orar mais um pouco. Em dado momento, fui levado a refletir sobre a majestade de Deus. Naquele instante percebi que não há como medir ou calcular tamanha grandeza! E os milagres que faz? Como entender tudo isso? É algo que vai muito além dos limites da razão!
 
Em profundo quebrantamento, tentei entender os milagres... Mas me dei conta de que não conseguiria. Me veio então ao espírito uma certeza, de que nem mesmo aqueles que viram a abertura do Mar Vermelho, em hora de extremo perigo; ou aqueles que viram o Sol parar ao entardecer, em meio a tão terrível batalha; ou, mesmo aqueles que viram a contenção das águas do Jordão; é... Nem mesmo os que viram tais maravilhas entenderam!
 
Então, Como poderia alguém pequeno como eu - que caberia em um ovo de pombo ou em uma crisálida de borboleta - insignificante a ponto de ser comparado a uma partícula de pó; sim... Como eu poderia entender ou mesmo descrever coisas tão grandiosas como estas que citei? É verdade! Como eu poderia explicar estes e muitos outros milagres relatados nas Escrituras... A não ser, usando uma expressão bem resumida: Foi Deus que fez!!!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Risco de naufrágio


 
Tenho pensado no estado de inquietação em que o nosso mundo vive. Angústia e falta de rumo são sentimentos contagiantes nos dias de hoje! E não é difícil notar que este estado de insegurança se propaga por todas as direções - como ondas do mar que vão até às praias mais distantes - prenunciando os dias maus que estão por vir.
 
E para reforçar aquilo que penso, a Palavra de Deus nos exorta a aproveitar o mover do Espírito de Deus; "remindo o tempo; porquanto os dias são maus" (Efésios 5.16). Vivemos um tempo de intensa militância religiosa Todavia, algo não está bem; pois notamos também um estado de crescente fome e sede da Palavra de Deus. E não há como não perceber as oportunidades que temos, de buscar ao Senhor enquanto podemos achá-lo.
 
No entanto, a idéia que prevalece; é que um grande número de cristãos parece navegar à deriva, em risco constante de naufrágio - a mercê das ondas que vão e vêm - sem a menor noção quanto a este estado predominante de inquietação e angústia. E dentre os muitos, é comum vermos obreiros do Senhor, completamente perdidos no tempo e no espaço. No entanto, existem aqueles cristãos que navegam como se estivessem em plena arca de Noé - impulsionados pelo vento do Espírito - sabendo, pela fé, que irão aportar em lugar seguro.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

"Niver" dos "Heróis da Fé"

 
No domingo passado, tive o prazer de visitar a IMW de S. Raimundo, em Governador Valadares. O motivo da visita, foi a realização da festa comemorativa do aniversário do Departamento de Homens "Heróis da Fé". Realmente, fiquei impressionado com a participação dos homens naquela igreja. Saímos de BH na parte da manhã e o Pastor Calegari me acompanhou nesta visita; pois ele iria pregar na IMW Central de Valadares.
 
 
Cheguei ao culto com algum atraso, devido a dificuldade que ainda tenho de achar o caminho para a igreja (o Bairro S. Raimundo mudou muito; tornando-se um "point" muito bonito, com belas ruas e avenidas). Mas, cheguei a tempo de ver a atuação do Ministério de Louvor e de outros ministérios da igreja. Os "Heróis da Fé" me causaram maravilhosa impressão. Foram bênção do início ao fim. Louvo a Deus por esta igreja!
 
 
Ao final do culto; o Pastor Diassis conduziu-me aos anexos do templo; com belas e amplas salas; uma cozinha muito útil para as diversas atividades sociais da igreja. O templo passou por uma reforma total; estando muito bonito por dentro e por fora. Sua parte frontal está de "encher os olhos". É realmente uma obra de fé!
 
 
Seguem-se palavras do Pastor Diassis: "Hoje, terminou a grande festa do Dep. De Homens Heróis da Fé. Na sexta-Feira pregou a Missionária Maria do Socorro Fabriciano; no sábado, o Pastor José Sotero; e, no domingo, o encerramento com o nosso amado Bispo Calegari, que trouxe uma mensagem que impactou as nossas vidas. Deus usou o nosso Bispo com poder! O louvor ficou com os nossos ungidos levitas; houve participaçâo especial das crianças; e das irmãs... exaltando o nome do nosso Deus pelo seu 7º aniversário. Deus é fiel!". Louvo a Deus pela vida, pela esposa e pelo ministério do Pastor Diassis!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 25 de novembro de 2012

Pastores e igrejas


 
Hoje de manhã, enquanto eu intercedia, minha atenção se voltou para o XVI Concílio Regional; o qual se dará de 12 a 15 de dezembro, no Centro de Convenções John Wesley - em Xerém. Vivemos um bom momento regional... Com crescimento continuado e focos de avivamento em várias frentes. Mas, nas observações que tenho feito, percebo existirem coisas que - por mais que eu tente - não consigo entender.
 
Por exemplo: Temos pastores sem igreja e temos igrejas sem pastor. Então, por que não nomear os pastores sem igreja para as igrejas sem pastor? Embora esta pareça ser uma equação simples; no entanto, a fórmula não é tão simples quanto parece... E tenho minhas razões para pensar assim. É que, infelizmente, existem pastores que não se deixam usar pelo Espírito; eles preferem assumir sozinhos o seu ministério.
 
Quanto às igrejas sem pastor; não me refiro apenas ao "vazio" da tribuna. Penso especialmente naquela que tem um pastor, sem que o mesmo cumpra a missão de pastorear o rebanho do Senhor: Visitando as ovelhas; aconselhando os indecisos; confortando aqueles que se sentem feridos; sendo pacientes para com todos... E a lista de serviços pastorais devidos ao rebanho vai muito além dos itens que enumerei.
 
O pastor foi chamado para cuidar do rebanho do Senhor; ministrando ensino bíblico, cura e, sobretudo, exemplo de vida com Deus. Quando um pastor abandona a missão de cuidar de vidas e alimentar o rebanho, as ovelhas se dispersam e se perdem. E o problema maior é quando o pastor se confunde e divide o seu rebanho entre "amigos e submissos" e "adversários e rebeldes". Vez por outra, vejo isso acontecer.
 
Na dia-a-dia de um rebanho de Deus, não existe problema mais triste e lamentável do que a presença de pastores insensíveis. Não estou me referindo ao pastor descuidado com obrigações administrativas ou afins; e sim, ao pastor desconectado com a "razão-de-ser" do ministério pastoral: Que é cuidar de vidas, alimentar o rebanho, respeitar as pessoas e... Viver uma vida piedosa e consagrada diante do Senhor.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 24 de novembro de 2012

Dois tipos de bens

 
Senhor; sinto-me bem em poder estar em tua Presença nesta manhã. Mesmo enfrentando tantos impedimentos que tentaram por todos os meios evitar que eu orasse; tive a graça de conseguir chegar ao lugar de oração. Sei muito bem que Tu estás sempre comigo; pois creio em tuas promessas! Mas, sei também que estar em tua Presença em oração é um direito e, sobretudo, um dever de todo crente que pretende ir até o fim.
 
Enquanto eu oro, sou lembrado em meu íntimo de que nada tenho além de Ti. E digo isso, porque aprendi a muito tempo atrás, que tudo o que tenho nesta vida se resume em dois tipos de bens: Os bens que recebi do Senhor ao longo do tempo; dentre os quais, a família e os amigos ocupam um lugar importante e especial em minha vida; que procuro sempre valorizar e conservar, mesmo quando as coisas não vão muito bem.
 
E também o meu "kit" da Vida Eterna; aquela que não perde validade; a menos que eu venha a descartá-la em algum ponto do caminho, com aquelas alegações que os desviados utilizam, para justificarem a sua desistência do céu. E neste "kit", além do "tesouro invisível" que irá se revelar no futuro, tenho sempre comigo o meu "manual de sobrevivência"; que me alimenta e tem me guiado por toda a minha vida: A Bíblia!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Visita Episcopal em Belo Horizonte

 
Reunião inter-distrital na "Grande BH"
 
No sábado passado, Deus nos deu a graça de estar da reunião dos três Distritos da Grande BH: Distrito de Belo Horizonte, Distrito de Betim e Distrito de Contagem. O meu filho, Pastor Calegari, que este comigo em Teófilo Otoni e Valadares; me acompanhou neste evento, realizado na IMW Primeira do Bairro Industrial.
 
Logo cedo, foi oferecido a todos um delicioso "Café da Manhã". A reunião, com todos os pastores e missionárias dos três Distritos, foi coordenada pelos dois SD: Pastor Benildo Maldonado e Pastor Francisco Quesado. O Pastor Gilberto Geraldo - titular da igreja anfitriã - deu abertura à reunião. Deus me deu uma palavra para a liderança reunida; e o trabalho foi finalizado pelos dois titulares dos Distritos.
 
Inauguração do templo da IMW de Palmares
 
A noite, participei da festa de inauguração do imponente templo da IMW do Bairro Palmares, no município de Ibirité - na Grande BH. A grandeza da obra impressionou a todos os que ali estavam. Após breve cerimônia e o descerramento da faixa inaugural, assistimos a uma queima de fogos de artifício defronte ao templo.
 
Em seguida, a multidão adentrou o templo para um ato cívico; entoando o hino nacional; e a entrada da bandeira do Brasil, seguida pela entrada da bandeira de Minas Gerais; seguida da entrada da bandeira de Ibirité; finalizando com a entrada das bandeiras de Israel e da Igreja Metodista Wesleyana.
 
Durante o culto, os ministérios locais se revesaram em belas apresentações; foi dada oportunidade a vice-prefeita de Ibirité - Pastora Dolores - serva do Senhor; e, ao final, preguei a mensagem. Durante a pregação, pude sentir a unção de Deus me revestindo, para a Sua glória e para a edificação do Seu povo.
 
Ao final do culto me despedi dos irmãos com alguma pressa; pois teríamos que viajar no dia seguinte bem cedo a Governador Valadares; para pregar na IMW de S. Raimundo. Não posso deixar de parabenizar o Pastor Elcias, sua dedicada família e sua eficiente equipe de liderança; por esta magnifica construção!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Abrindo e fechando o dia

 
Neste dia, estou a pensar na necessidade que todos nós temos de começar e finalizar bem o nosso dia. E para que isto seja possível, algumas atitudes são fundamentais; não somente para que tenhamos um bom dia; mas também para sabermos fechar com sabedoria os dias que vão se sucedendo ao longo de nossa vida.
 
E, mesmo considerando todas as alternativas que considero válidas para se viver um bom dia; não consigo ver nada melhor do que inicia-lo e termina-lo em contrição na presença de Deus. O que eu quero dizer é que um dia só será completo, se "abrirmos" e "fecharmos" o mesmo aos pés do Senhor Jesus, buscando direção.
 
Nesta vida, precisamos saber que o perigo sempre nos rodeia - sob diversas formas - tanto em forma de propostas pecaminosas como sob a forma de ameaças; visíveis e invisíveis. E, ao lidarmos com estes perigos, não teremos a menor chance... Se não "cairmos" aos pés do Senhor; Iniciando e terminando com oração.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dia da Consciência Negra

 
 
Ontem, o Brasil inteiro comemorou o "Dia da Consciência Negra". Na verdade, o esforço de muitos para corrigir as grandes injustiças que - no Brasil colonial - submeteu a ferro e fogo uma brava raça, tem apresentado bons resultados. A raça negra conseguiu se impor e recuperar sua liberdade. Seus algozes, que agiam como se fossem uma raça superior, foram forçados a capitular. Realmente... O período da escravidão dos negros no Brasil colonial é uma página da história que não nos orgulha.

Graças a Deus, esta terrível página foi virada; e com isso, muitas injustiças foram sendo gradativamente corrigidas. E assim, esta brava raça foi ampliando o seu espaço de direito; galgando com esforço, os degraus da pirâmide social deste mundo de desigualdades. E mesmo que ainda se note traços de discriminação e preconceito, a grande maioria dos cidadãos brasileiros no entanto - independente de sua cor e religião - consegue conviver em tolerância e paz; fazendo valer sua vocação pacífica e pacificadora.
 
Louvo a Deus pelos negros; raça criada por Deus, que resistiu a tanta opressão ao longo dos séculos; superando o preconceito e a discriminação sofrida ao longo de sua história. Louvo também a Deus pelos amarelos; pelos brancos; pelos miscigenados iguais a mim... Pois: Jesus deu Sua vida por todos os homens! E assim, no reino eterno de Deus, serão incluídas pessoas de todas as raças, tribos e línguas da terra. É por isso que o evangelho precisa ser pregado a toda a criatura que habita este planeta... Até que venha o fim!
 
"E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação"
(Apocalipse 5.9) 
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Vozes do mundo

 

Em uma destas manhãs, enquanto eu estava prostrado no lugar de oração, veio ao meu espírito o desejo de buscar de Deus uma boa dose de discernimento. É que, enquanto eu orava, senti-me angustiado; tentando entender o modo como as vozes do mundo se apresentam - as vezes tão camufladas e convincentes - em sua tentativa de nos convencer de "fatos" e "circunstâncias" que não fazem parte de nós. Elas são vozes de engano; todavia, disfarçam muito bem suas intenções... A ponto de, as vezes, confundir até os mais atentos.
 
E ali no lugar de oração, enquanto eu orava ao Senhor, percebi com bastante clareza que as vozes deste mundo - para alcançarem um sucesso ainda maior em sua tentativa de seduzir e enganar - utilizam o artifício de mesclar verdades e mentiras; procurando introduzir sutilmente a mentira que nos contamina, envolta no manto de algumas verdades que conhecemos. Aprendi ali que - neste nível - é quando as vozes do mundo se tornam ainda mais perigosas. E isso porque, através desta mistura, elas nos atordoam momentaneamente.
 
E no lugar de oração, fui convencido de que mesmo algumas "verdades", quando proferidas pelas vozes do mundo, são eivadas de engano e de maldade. Descobri que o seu objetivo maior - ao caluniar e difamar - é desfazer amizades construídas em Deus; para então desviar do rumo aqueles que seguem bons exemplos cristãos. As vozes do mundo são capazes de intercalar momentos de adoração com momentos de blasfêmias. Elas são capazes propalar verdades e mentiras sobre alguém... Com o único propósito de destruir vidas.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Congresso Distrital de Adolescentes

 

Ainda me sinto edificado, por ter estado ontem, juntamente com o meu filho Pastor Sebastião Calegari, na cidade de Teófilo Otoni - no Vale do Mucuri - cidade cortada pela BR 116, também conhecida como "Rio-Bahia". Lugar onde estive inúmeras vezes, ao longo de vários anos, sempre no serviço do meu Rei Jesus.
 
Depois de percorrermos quase quinhentos quilômetros (distância que separa BH de Teófilo Otoni); fomos direto para a casa do Pastor Antônio Soares Pereira e sua esposa Adriana Pereira Melo (ela saira mais cedo para o Congresso). Antes de irmos ao evento, tomamos um banho ligeiro e um café sem pressa... Saímos em seguida; chegando ao "Sítio Recanto Feliz" - de propriedade do casal Benedito & Vilma.

 
No local do Congresso, encontramos a "Vida" presente entre os adolescentes e adultos que lá estavam. Alguns jantavam; enquanto outros esperavam a hora do culto de abertura. Em meio ao louvor de abertura, sob a direção do Josias Junior; eu cantei "ao amado de minh'alma" e o Pastor Calegari pregou a Palavra.
 
 
Após os cumprimentos e um delicioso jantar a base de "strogonoff"; iniciamos a viagem de volta à BH; fazendo uma parada em Governador Valadares, na casa de Lila Bastos e seu esposo Rubens, onde passamos a noite. De manhã bem cedo, após um abençoado café, saimos em direção a Belo Horizonte.

Deixo registradas palavras da irmã Adriana: "Sr. Bispo e Pastor Calegari: Foi uma benção, do primeiro dia até o ultimo... A Gloria de DEUS desceu naquele lugar! Vidas foram batizadas com o Espirito Santo... Alguns receberam dons, visões, renovação e restauração. Glória a DEUS pelas maravilhas que Ele fez naquele lugar".
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 17 de novembro de 2012

O bem maior que possuo

 
Senhor; nesta manhã, prostrado aos teus pés, venho trazer a gratidão que se expande em meu interior. É verdade, minha gratidão se torna maior do que minha capacidade de contê-la; no entanto, é bem menor do que aquela que deveria ser a Ti oferecida. Tu és maravilhoso é único! Ainda que eu quisesse, jamais poderia olvidar tudo aquilo que tenho recebido de Ti!
 
Sou eternamente grato: Por minha salvação; por minha esposa; por meus filhos e netos; por meu genro e noras; por meu chamado para o ministério; por bens materiais que me dão suporte; enfim... Por tudo aquilo que contribui para uma felicidade que - embora temporária - posso usufruir, sem medo ou vergonha. Bens para desfrutar com alegria e prazer, diante do Senhor!
 
No entanto, o bem maior que possuo é poder estar em tua Presença. Se cada homem ou mulher neste mundo, pudesse avaliar a importância de estar em Tua presença - optando por estar sempre ao teu lado - creio que não haveria infelizes no mundo. Digo isso, Pai, porque sei que permanecer em tua Presença será sempre a maior das alegrias e o melhor dos prazeres!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Presente de Deus

 
Neste momento estou pensando naquilo que nos está reservado para este final de ano. Penso nas festas e nos sentimentos mil que as motivam. Penso também nos alvos que estão sendo estabelecidos para o ano vindouro; e, como geralmente acontece, alguns deles jamais serão atingidos: Ou por estarem distantes demais da realidade; ou por não se coadunarem com aquilo que somos e que pretendemos; ou por nos distanciarmos deles, na justa medida em que o tempo vai passando e espalhando entre nós outros alvos de ocasião.
 
Enquanto penso, me recordo que o fim-de-ano que chega irá nos remeter a um novo ano, pleno de espectativa e envolto em mistério. E não há como desembrulhar este "presente" de Deus - o novo ano - por antecipação. Até porque, este "presente" é um pacote cheio de "presentinhos"... Pequenos pacotes que chamamos de dias; que só poderão ser abertos, um de cada vez, à medida em que os dias vão chegando... E indo embora.
 
Mas, ao pensar nisso, encho-me de esperança e de fé! E isso, "Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra" (Jó 19.25). Portanto, nada poderá me impedir de alcançar aquilo que Deus tem para minha vida. Ou, melhor dizendo... Nada a não ser minha atitude em relação às promessas de Deus; ou, escolhas infelizes que eu venha a fazer na linha do tempo que Ele me permitir viver por aqui.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Rota de escape



Acabo de me erguer do lugar de oração; mas lá deixei, aos pés do Senhor, esta oração do meu espírito: "Pai, protege a minha esposa, os meus filhos, noras e genro, os meus netos, os meus amigos e irmãos. Guarda-os dos dias que estão por vir e do mal que cresce e sufoca. Nos nos deixe cair nas tentações multi-cores; que tentam misturar verdades e mentiras em um mesmo frasco cheio de veneno. Percebo, Pai, que o mal não vem com aparência ruim; e isso o torna mais perigoso ainda. E sua proximidade nos assusta. Livra-nos do mal!
 
Percebo Pai, que na verdade se trata de dois tipos de mal: O mal moral e o mal natural. Enquanto o mal moral - produzido pela mente de Satã e executado por mentes impuras e infames de pessoas desprovidas da verdade - promove a decadência moral em proporções nunca vistas, destruindo o que resta dos traços da divindade no ser humano; o mal natural - produzido como medida punitiva pelo Deus eterno que tem o poder sobre as forças da natureza - levanta ondas crescentes no mar e na terra, trazendo juízo sobre os pecadores.
 
Meu querido Pai; percebo que estes dois males estão muito próximos de se encontrarem... E não haverá como impedir o confronto entre ambos; um sendo aniquilado pelo outro. E nós, pobres e pequenos mortais, estaremos a mercê do choque destas poderosas ondas. Mas, para aqueles que procuram permanecer em Jesus, mesmo em dias tão difíceis, haverá uma saída "para cima"; uma rota de escape imune a este choque. E ela se chama arrebatamento!". Após orar e escrever sobre este assunto, fui me preparar para o novo dia!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Experiências marcantes

 Neste último fim-de-semana, Deus me concedeu duas grandes alegrias: A de poder estar na IMW de Santana do Deserto, no Distrito de Juiz de Fora; e a de estar na IMW de Barra, no Distrito de Muriaé. Graças a Deus, em ambas as igrejas o Senhor me concedeu a graça de ministrar a Palavra na unção do Seu Espírito. Maria Célia esteve comigo em Santana do Deserto; mas não pode estar comigo em Muriaé, devido a necessidade que tinha de retornar a Petrópolis; onde está cuidando da irmã Delza, minha sogra.
 
Conferência Missionária na IMW de Santana do Deserto
 
Ao chegarmos na entrada da cidade, encontramos a irmã Luiza Helena Marques; que nos levou até a  casa pastoral, onde o Pastor Lusmar e sua esposa Cirlene nos esperavam. Antes de descansarmos um pouco, tivemos tempo de tomar um delicioso café. Pouco antes do culto, chegamos ao templo; o qual já estava quase repleto; contando inclusive com o presença do Prefeito da cidade. Após a entrada das bandeiras e da execução do hino nacional; alguns grupos se apresentaram. Após o culto, os oficiais locais nos ofereceram um jantar a base de pizzas, feitas pelo Junior, genro do Pastor Lusmar e da irmã Cirlene.
 
Aniversário da IMW de Barra
 
 

No dia seguinte, Maria Célia retornou pra Petrópolis; e eu rumei em direção a cidade de Muriaé; para o culto de aniversário da IMW de Barra; igreja pastoreada pelo Pastor Renato Jabor, SD do Distrito de Cataguases. Ao chegar na casa pastoral, a irmã Ducileia - esposa do Pastor Renato - nos esperava com uma saborosa bacalhoada feita com requinte (lamentei muito que Maria Célia não estivesse comigo). O culto de aniversário, pelos 6 anos de existencia desta igreja, foi encharcado pelo óleo do Espírito de Deus. Os pastores do Distrito de Muriaé, liderados pelo SD Pastor Robson, estavam presentes. Louvo a Deus pelo estado espíritual desta igreja; a qual vive um tempo de grande unção e frutos para a glória de Deus.
 
Reunião dos onze grupos "GCEU"
 
 
Na manhã de domingo, a EBD foi diferente na IMW de Barra. Onze grupos "GCEU" - com cerca de cento e setenta participantes - estavam reunidos, cada um dos grupos identificado por uma cor diferente de camisa. Nesta reunião, fui incumbido de ministrar a Carta Episcopal. Foi um passo decisivo para solidificar ainda mais os pequenos grupos desta igreja. Após a reunião; o Pastor Renato e a irmã Duciléia, juntamente com os seus filhos - Renatinho, Thiago, Thaiz e seus respectivos cônjuges - me levaram para almoçar no Restaurante do Netinho: Famoso por sua deliciosa traíra sem espinha e tilápia grelhada.
 
 
Culto de encerramento da visita
 
No culto da noite, pude sentir o quanto esta igreja está avançada em seu projeto de crescimento. O amplo salão; bem maior do que o anterior, já comporta com dificuldade o grande e crescente número de membros e visitantes. O Ministério de Louvor teve valiosa participação no momento de adoração. Realmente, a IMW de Barra está aprofundada na visão que norteou nossa vinda para a Segunda Região; tanto com o seu "Retiro do Coração Abrasado", como com os seus "Grupos de Crescimento, Edificação e Unidade".
 
No dia seguinte, após tomarmos juntos o "café da manhã"; despedi-me da família pastoral, em cuja casa estive hospedado estes dois dias. Em seguida, por volta das 8:30, sentei-me ao volante do carro e iniciei a viagem de regresso à casa, para reencontrar minha querida esposa Maria Célia. Louvo a Deus por este final de semana!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Valores desta vida

 
Estou pensando no verdadeiro sentido da vida cristã. E quanto mais penso nisso; constato a "contra-mão" em que muitos estão trafegando no caminho do reino de Deus. É verdade! Se pararmos para observar, vamos notar que o foco em muitas tribunas cristãs, nos dias de hoje, já não é vida eterna; ou santidade; ou arrebatamento; ou renúncia; ou, salvação... Enfim, fala-se muito pouco em eternidade e na volta de Jesus!
 
Eis o tema que muitos agora julgam importante: A conquista dos valores desta vida. A nova prioridade é o "carro novo"; a "nova casa"... E outras "novidades". Não que estas coisas sejam erradas em si mesmas. Todavia, fazer delas prioridade é mesmo lamentável. Até campanhas para a conquista de um "novo cônjuge" tem aparecido. É... Se este tipo de "promoção" continuar; a maioria dos crentes vai preferir ficar por aqui.
 
E deste modo, a impressão que fica é que muitos líderes buscam criar um "paraíso" por aqui mesmo, por ser mais cômodo e aceitável. O foco é ser "feliz" a qualquer preço. Inclusive, o nome e a imagem de alguns líderes tenta ofuscar a imagem do próprio Jesus que garantem proclamar... Movidos por interesses nitidamente comerciais. Chego a pensar que este é um "investimento" de líderes cujo reino é daqui mesmo; pois os tais são os primeiros a se beneficiar da prosperidade e da riqueza que oferecem por bom preço. Misericórdia, Senhor!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Direção de Deus

 
 
 
Ao me prostrar no lugar de oração em uma destas manhãs, o Espírito me levou a interceder pelos pastores. Enquanto eu intercedia, fui levado a a considerar as responsabilidades e os conflitos que pesam no coração de um obreiro verdadeiramente chamado por Deus. Na verdade, com a alma temerosa, senti o quanto as vidas sob nossa influência ficam a mercê daquilo que dizemos e daquilo que fazemos. E não há como evitar esta relação; visto que somos chamados por Deus para exercer a função de sal e luz. Nem mais, nem menos!
 
Então, me dei conta de que o grande desafio de um verdadeiro pastor; é saber quando deve falar e quando deve silenciar; quando deve ir ou quando deve ficar... Algo aparentemente simples; todavia, bastante comprometedor. Digo isso, porque é algo bastante comum um homem de Deus errar e induzir ao erro: Seja, quando vai a algum lugar onde não deveria ir; seja quando não vai a um lugar no qual Deus o quer usar. E ele erra muito mais, ao falar em ocasiões quando deveria silenciar; e, ao silenciar, quando deveria falar.
 
Enquanto eu orava sobre esta questão; pude perceber que as probalilidades de erro evoluem, na justa medida em que um homem de Deus deixa em segundo plano a direção de Deus em sua vida; passando a se guiar por intuição ou dedução. Então, ao me erguer do lugar de oração, sai convencido de que o conhecimento e a experiência podem até nos ajudar na avaliação de um ou outro caso rotineiro; todavia, sem a direção do Espírito de Deus, erraremos sempre na maioria dos julgamentos que fizermos e das decisões que tomarmos.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 11 de novembro de 2012

Aprisco das ovelhas


Nesta manhã, após orar e estar na presença do Senhor, comecei a pensar na proximidade do XVI Concílio Regional da II Região da IMW. Se Deus permitir, terei a honra e o dever de presidir a esta importante "assembléia regional"; cuja finalidade maior e prover a igreja de pastores capacitados por Deus. E, ciente dos desafios que esta missão me reserva, tenho procurado orar e me preparar devidamente; buscando em Deus os meios físicos e espirituais para cumpri-la com temor, seriedade e dedicação.
 
Preciso entender que em momento algum deverei esquecer que serei - na presidência daquela Mesa - um servo entre servos; nem maior nem menor do que os que formarão a delegação ao concílio. E que, naquela Mesa, haverá uma "cadeira" que olho humano não poderá ver; e ela será ocupada pelo próprio Senhor Jesus - para governar em plenitude - porque bem sei que Ele é o Rei dos Reis e o Senhor dos Senhores!
 
Espero em Deus que os pastores e obreiros entendam e vejam o Concílio Regional do mesmo modo; cientes de que - investidos da responsabilidade do chamado - deverão se dispor a assumir o cuidado do "aprisco das ovelhas"; para cuidar daqueles que o Senhor confiará aos seus cuidados pastorais. E que não se deixem levar por vaidade pessoal; ou sejam movidos por ganância e arrogância; duas atitudes destoantes com esta missão.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

A voz de Deus

 
 
Alguns dias atrás; estive orando na casa do Pastor Adriano Silva. Enquanto eu orava, procurei enfocar a minha necessidade pessoal de estar sempre na presença do meu Rei e Senhor Jesus Cristo. Não posso dar-me ao "luxo" de afastar-me d'Ele em momento algum. Não consegui deixar de chorar, ao pensar nas vezes em que me ausento de Sua presença - sem que eu perceba - movido por razões que parecem justas aos meus olhos. Mas, tendo consciência de que sou vulnerável a elas... Não devo deixar-me levar por tais "armadilhas"!
 
Estou convencido de que os meus sentimentos não devem interferir - seja por que motivo for - em meu relacionamento com o Senhor. Eles podem até ser movidos pelas melhores intenções; todavia, não são imunes aos ardis de Satanás. Portanto, no quesito "vida na presença de Deus", os meus sentimentos devem ser impedidos de se pronunciar ou de apresentar alternativas - ainda que aparentemente válidas - para me "tirar" do lugar de oração. E assim, se eu conseguir "silenciar" os meus sentimentos, poderei ouvir a voz de Deus!

No lugar de oração, orei e chorei. Como é maravilhoso estar na presença de Deus, deixando as razões do lado de fora. Ali, louvei a Deus pelos valores que Ele tem agregado à minha vida; e pelo modo como me tem usado em Sua obra. No entanto, por mais que eu tente, jamais conseguirei agradecer a Deus o suficiente por tudo o que tem feito por mim e através de mim. Em minha vida, as marcas de Sua Presença serão sempre preferenciais. Sim! Ele será sempre o Deus eterno e todo poderoso; e eu... O menor dentre os seus agentes.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

SPJL e Distrito de Muriaé

 
SPJL
 
Na sexta-feira passada, tive o prazer de almoçar e estar durante todo o dia com lideres jovens; no "Acampamento Salém" da IMW 2ª Região - no município de Serra, na Grande Vitória/ ES - por ocasião do SPJL (Seminário Preparatório para Jovens Líderes). Em la chegando, eu tive o prazer de rever, abraçar e "curtir" o meu querido filho Ezequiel Calegari, que não via a mais de três anos. Pude também abraçar o querido Bispo Anderson Caleb - Superintendente da IMW 3ª Região - com quem tive a honra de "dividir" a tribuna para ministrar aos jovens. Foram horas de grande prazer e comunhão.
 
Aproveitei para reunir-me com os Pastores: Geraldo Rodrigues e Marcus Ely; e com o Presbítero Gladicélio Corrêa Júnior; para avaliarmos o trabalho de "arte" e a programação para o 16º Concílio Regional da 2ª Região. O SPJL foi muito bem conduzido; sob a direção de Vinicius Regiani, Diretor Regional de Jovens; auxiliado por Joadir, Hitallo, Thayná Guasti e outros, cujos nomes não anotei. O Ministério de Louvor de Guarapari teve importante participação. O Pastor Adriano, da IMW de Safira, viajou comigo para ajudar-me nesta viagem tão corrida; pois teríamos que regressar no sábado bem cedo, para estar em Muriaé.
 
Comemoração do aniversário da IMW do Bairro S. Terezinha
 
No sábado a noite, tive o prazer de pregar na festa de aniversário da Congregação do Sta. Terezinha, em Muriaé, dirigida pela Missionária Tania. O Ministério de louvor, liderado por Elisângela e sob o comando de Delaine, trouxe grande edificação. As crianças da congregação, dirigidas por Magda - Conselheira de crianças da IMW local e Conselheira Distrital de crianças - apresentaram um número que sensibilizou a todos. O Data-show ficou aos cuidados de Ellane, irmã de Erasmo e de Elisângela. O Pastor João Carlos esteve presente.
 
Fiquei impressionado com o nível daquele trabalho, que já está em plena condição de se tornar "igreja". Fiquei admirado ao saber que o Diácono Erasmo como sua esposa Elisângela; e também o diácono em experiência Sandro, casado com Delaine, são seminaristas no Pólo do CEFORTE em Muriaé. Outro fato que chamou a minha atenção, foi o avanço da construção do templo; cuja parte baixa está quase terminada. Uma obra de fé!
 
No domingo, acompanhei o Pastor Adriano e sua esposa Tania; convidados que fomos para um almoço especial preparado pela Rita, mãe de Elisângela, Erasmo e Ellane. O abençoado almoço a base de peixe e camarão - com delicioso "pirão" e "tutu à mineira" - contou com a presença do Sr Luiz, esposo da irmã Rita e pai do "trio abençoado"; e também de Carlos, esposo da Elisângela; e de Magda,  esposa de Erasmo.
 
"Retiro do Coração Abrasado"
 
Após uma noite bem dormida, em casa do Pastor Adriano; levantei-me para ministrar as sete da manhã - sobre "Oração como estilo de vida" - no "Retiro do Coração Abrasado" promovido pela IMW Central de Muriaé e sob a liderança do Pastor Robson, SD do Distrito de Muriaé. Lá chegando, percebi que os cem irmãos inscritos e os irmãos da equipe de apoio estavam impactados pelo poder de Deus. Foi tremendo!
 
Durante a tarde, visitei a obra de construção da congregação do Vermelho, ligada à IMW do Safira; e a congregação do Santana, a ser inaugurada dentro de dias, ligada à IMW do Dornelas. É admirável o avanço da obra wesleyana, alcançando os bairros de Muriaé. Vejo que cada Pastor tem procurado dar o melhor de si em prol do povo de Deus naquela importante cidade mineira. Glória a Deus por este avanço!
 
"Ceia do Senhor" na IMW do Safira

Enfim, saímos no domingo a noite, para cumprir o último compromisso da agenda: Pregar no "Culto de Ceia do Senhor" no templo da IMW do Bairro Safira; igreja esta sob os cuidados do Pastor Adriano. Logo na chegada, fiquei impressionado com um impressionante "canteiro de obras" em volta do templo. Em função disso, os cultos estão sendo realizados no salão social da igreja; que por sinal estava repleto.
 
O culto foi envolvido em atmosfera de grande unção de Deus. O Ministério de Louvor conduziu a parte inicial; o Presbitério dando suporte espiritual... Que alegria ver a participação dos wesleyanos na "Mesa da Comunhão"! Enfim, uma grande festa espiritual! Ao final, após os cumprimentos, fomos ver as obras no templo. Está sendo aplicado o que há de melhor, tanto no piso como portas e janelas. Ficará belíssimo!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Desânimo e cansaço

 
Nesta manhã, enquanto ainda orava, refleti sobre dois sentimentos: O desânimo e o cansaço. Ambos parecem afins; mas não são, embora tenham alguma semelhança entre si. Enquanto o cansaço resulta de exaustão temporária; seja ela provocada por excesso de trabalho; ou mesmo por algum tipo de doença... O desânimo nasce quando os sonhos morrem; morrendo com eles a vontade de viver. Portanto, embora ambos os sentimentos sejam capazes de nos fazer parar; apenas um deles desiste de lutar, chegando a desistir de viver.

 Enquanto conversava com Deus a este respeito; confessei a Ele o meu desejo de prosseguir na missão; pronto a combater o bom combate da fé, sem me deixar intimidar pelo cansaço ou me deixar vencer pelo desânimo. Mas, ao mesmo tempo, declarei ao Deus da minha vida a minha firme disposição de me submeter à Sua soberana vontade - seja para parar, seja para continuar - rendendo-me inteiramente ao Seu querer... Pronto a aceitar o ponto final que Ele mesmo venha colocar na história de minha pequena vida.

Então, cantei um daqueles cânticos que carrego em minha lembrança; o qual marcou profundamente a minha vida ao longo do tempo: "Quando tudo diz que não, tua voz me encoraja a prosseguir. Quando tudo diz que não; ou parece que o mar não vai se abrir; sei que não estou só e o que dizes sobre mim não pode se frustrar. Venha em meu favor e cumpra em mim Teu querer! O Deus do impossível não desistiu de mim; Sua destra me sustentar e me faz prevalecer; o Deus do Impossível"! E assim, cantei e descansei no Senhor!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Inovações perigosas


Alguns dias atrás, ao ler uma mensagem do meu filho, Pastor Sebastião Calegari, baseada nos escritos de Paul Washer - sobre Igrejas que usam MÉTODOS CARNAIS para atrair PESSOAS CARNAIS - comecei a refletir sobre este momento de alegria e avivamento, sem as características que acompanham um genuíno avivamento. Pensei também sobre aquilo que empolga a maioria das igrejas evangélicas brasileiras... Não posso negar que fiquei deveras preocupado com uma sutil mudança de rumo; introduzindo novas práticas e novos conceitos, afetando o modo de crer e de viver de muitos evangélicos por aqui.
 
Segundo o Pastor Sebastião Calegari; os métodos deste pregador americano "podem até ser discutíveis, mas sua mensagem é clara e verdadeira". Paul Washer, tem sido uma voz profética na igreja americana; alertando sobre o mundanismo dentro das igrejas; nas quais - segundo ele - muitos lideres estão alimentando pessoas carnais com métodos carnais; todavia, deixando de dar alimento espiritual às pessoas espirituais, por temerem que isso acabe por afastar a maioria dos frequentadores de seus templos. Uma das citações de Paul Washer é que "As pessoas preferem se agarrar a uma falsa esperança do que a uma verdade dolorosa".
 
Lamento ter de dizer que concordo plenamente com as advertências feitas na outra América. Pois, tenho percebido com preocupação o descaso para com a doutrina da santificação, aliado à proliferação de diversos eventos de inspiração nitidamente mundana em muitas igrejas; os quais nada tem a ver com os ensinos bíblicos. Eles parecem ser uma lamentável tentativa da dar uma feição evangélica a certas festas profanas (algumas pagãs), tais como: "festas juninas"; "festas bregas"; "festas country"; etc (só para citar algumas dentre as muitas que se veem por aí). E eu me pergunto: Qual será a próxima inovação? Misericórdia Senhor!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 4 de novembro de 2012

Dom de Deus


 
Como é bom levantar do lugar de oração, sabendo que o objetivo - de ter ali estado - foi plenamente alcançado. Como é bom enxugar lágrimas que não tiveram como se infiltrar na pele facial, em face das anteriores terem já congestionado os poros de um rosto molhado. Como é bom poder agradecer a Deus pelos dons que Ele concedeu; ainda que os mesmos não sejam plena e sabiamente utilizados. Como é bom saber que Deus está conosco, mesmo que não mereçamos; fato evidenciado no lugar de oração. Como é bom!
 
Enquanto eu orava, lembrei-me do meu amigo e irmão Anderson Freire; e assim, cantei: "Estou no meu jardim; tranquei a porta, abri meu coração. Reguei minhas raízes com minhas lágrimas; gotas de adoração. Senhor não quero que meus olhos percam o brilho do primeiro amor; não quero que em mim se perca o desejo de te adorar. Vem Senhor e me resgata todos os dias, só pra te adorar! Quero ser teu bom perfume, primeira essência, teu jardim particular"! Enquanto cantava, fiquei sabendo que sou parte integrante deste quadro!
 
Então, ainda prostrado no lugar de oração, percebi que os meus olhos ainda refletem este brilho. Fui também convencido de que ainda tenho um coração adorador. Então, banhado por este sentimento - vivido e refletido - senti forte desejo de louvar a Deus pela esposa que Ele me deu! Não sei se todos os homens podem ver em sua esposa uma espécie de dom de Deus; mas... Eu posso. Nunca saberei se Maria Célia é a melhor esposa que Deus poderia me dar; mas... Sei que ela é a melhor esposa que eu poderia receber de Deus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 3 de novembro de 2012

Recursos da razão


Na manhã deste dia, enquanto eu estava prostrado aos pés do Senhor Jesus; percebi o quanto nos equivocamos ao tentar refletir sobre Deus e a eternidade com os recursos da razão. É... Não há mesmo como entender o mundo espiritual com a mente condicionada pelo mundo natural. Com as divagações intelectuais, cometemos alguns erros grosseiros e perigosos. Só para ajudar, dou aqui alguns exemplos:
 
Quando refletimos sobre Deus somente pela razão, podemos condicioná-lo aos nossos limites; dando-lhe formato e sentimentos humanos. E assim, na tentativa de explicá-lo intelectualmente - mesmo de boa fé - acabamos por reduzi-lo ao nosso modo de pensar e entender as verdades espirituais que julgamos ser as únicas corretas. No passado, monstros e criaturas inferiores foram promovidos a deuses - transformados em ídolos e símbolos da divindade - devido a loucura da razão desprovida de revelação.
 
E do mesmo modo, quando a razão prevalece, nos tornamos juízes e algozes do nosso próximo; condenando aqueles que nos criticam e refutam; e, absolvendo aqueles que concordam conosco em tudo o que definimos como verdade. E assim, apressados em defender conceitos pessoais; é muito comum penalizarmos inocentes e inocentarmos criminosos; tudo isso, em nome dos imperativos da razão despida de unção.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Jesus ao lado


Em uma destas manhãs, procurei o lugar de oração - como sempre faço - e me curvei perante o Deus eterno. Depois de expressar gratidão, adoração e intercessão; lancei perante o Senhor, minha preocupação com os tumultos do mundo. É de assustar aquilo que vejo no dia-a-dia! Hoje eu sei com precisão que não conseguiria caminhar e vencer; caso dependesse apenas de minhas pernas, ou de minhas forças e de minha visão.
 
Enquanto eu orava, o meu coração sentiu um desejo imenso de louvar e de cantar. Então, lembrei-me... E cantarolei o cântico "Perto quero estar, junto a teus pés; pois prazer maior não há que me render e te adorar. Tudo que há em mim quero te ofertar; mas ainda é pouco eu sei; se comparado ao que ganhei. Não sou apenas servo; teu amigo me tornei! Te louvarei, não importam as circunstâncias; adorarei somente a ti Jesus"!
 
Enquanto eu cantava, senti algo em meu espírito - como se um vento percorresse minhas entranhas - e entendi mais uma vez que a presença de Jesus ao lado é que faz toda a diferença. Portanto, preciso ter o cuidado de estar sempre perto dele; não me deixando levar pela opinião alheia; ou mesmo pelo ver dos meus olhos e ouvir dos meus ouvidos... Pois, sem sua presença comigo, minha vida não teria sentido ou propósito.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari