sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Presente de Deus

 
Neste momento estou pensando naquilo que nos está reservado para este final de ano. Penso nas festas e nos sentimentos mil que as motivam. Penso também nos alvos que estão sendo estabelecidos para o ano vindouro; e, como geralmente acontece, alguns deles jamais serão atingidos: Ou por estarem distantes demais da realidade; ou por não se coadunarem com aquilo que somos e que pretendemos; ou por nos distanciarmos deles, na justa medida em que o tempo vai passando e espalhando entre nós outros alvos de ocasião.
 
Enquanto penso, me recordo que o fim-de-ano que chega irá nos remeter a um novo ano, pleno de espectativa e envolto em mistério. E não há como desembrulhar este "presente" de Deus - o novo ano - por antecipação. Até porque, este "presente" é um pacote cheio de "presentinhos"... Pequenos pacotes que chamamos de dias; que só poderão ser abertos, um de cada vez, à medida em que os dias vão chegando... E indo embora.
 
Mas, ao pensar nisso, encho-me de esperança e de fé! E isso, "Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra" (Jó 19.25). Portanto, nada poderá me impedir de alcançar aquilo que Deus tem para minha vida. Ou, melhor dizendo... Nada a não ser minha atitude em relação às promessas de Deus; ou, escolhas infelizes que eu venha a fazer na linha do tempo que Ele me permitir viver por aqui.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário