segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Oração em alta conta

 
 
Todo aquele que consulta minha página, já deve ter percebido que a oração é por mim levada na mais alta conta. É que eu não consigo conceber uma vida em plenitude - ainda que imperfeita - sem que a oração tenha relação direta com esta vida plena. É bom que se diga que não estou pensando apenas no lado espiritual da vida. Pois, segundo o que tenho aprendido do Senhor, a vida humana precisa manter em harmonia todos os aspectos de sua existência terrena; mesmo aqueles que consideramos os mais comuns.
 
Percebemos na Bíblia que o Apóstolo João se dirige a um irmão de nome Gaio; expressando o desejo que o mesmo tivesse uma vida plenamente abençoada, nos seguintes termos: "Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma" (3 João 2). Mediante o tratamento utilizado pelo grande apóstolo para com este irmão, dá para se notar que existia afinidade espiritual entre ambos; certamente sustentada e fortalecida pelas orações destes dois homens de Deus.
 
Ao longo de minha vida, tenho aprendido que não existe a menor chance de um relacionamento saudável - seja entre cônjuges; ou entre pais e filhos; ou mesmo nas relações de trabalho e outras - sem que alguém esteja orando com perseverança em favor disso. E quando todas as partes envolvidas se dedicam a orar, a possibilidade de fracasso é quase nula. Na verdade, não existe caminho fácil para concretizarmos nossos sonhos. Todavia, não havendo vida de oração, o caminho se transformará em beco sem saída.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário