quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Amor ao próximo


Em uma dessas manhãs, passei algum tempo pensando no amor como sentimento. O amor é um dom para ser generosamente doado... Difícil de ser explicado. Alguns tipos de amor são especiais: O amor entre cônjuges; o amor entre pais e filhos; o amor entre amigos de verdade. E então, pensei no amor de Deus por nós... E me enchi de certeza de que ninguém será capaz de nos amar como Deus nos ama!

Por mais que sejamos capazes de amar àqueles que estão próximos de nós; sempre seremos devedores de amor. Pois, segundo a Bíblia, o amor é uma espécie de dívida que jamais conseguimos quitar inteiramente. Mesmo tendo ciência de que o amor - como sentimento - é algo difícil de ser entendido e muito mais difícil de ser praticado; tenho procurado compreender seu papel em minha vida. É que todas as pessoas que estão à minha volta ficam na dependência do seu fluir através de mim.

É verdade! Sei que nenhum tipo de amor consegue evoluir ao nível do amor de Deus. E que somente Alguém tão amoroso como Ele é, poderia nos convencer a amar até aos nossos maiores inimigos. No entanto, também sei que existem inúmeras pessoas - mesmo cristãs - que não fazem o menor esforço para amar o próximo. As vezes, nem mesmo conseguem amar aos que vivem ao seu lado; tornando-se cruéis e um risco constante para os de sua própria família. Que Deus tenha Misericórdia!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário