domingo, 1 de julho de 2012

Retorno do Vale do Guaporé

 

No sábado ao fim da tarde, saimos de S. Francisco do Guaporé para Novo Horizonte. Durante o trajeto, passamos por um trecho da mata, no qual havia uma enorme quantidade de garças pousadas sobre muitas árvores em um local alagado. Calculei que devia haver milhares de garças preparando-se para dormir. Um grandioso espetáculo! Fiquei deslumbrado e glorifiquei a Deus, por Sua graça em distribuir as belezas naturais de modo tão harmonioso - plantas e pássaros; flores e frutos - incluindo aquelas tão belas e simpáticas garças. Já era noite, quando chegamos em Novo Horizonte, onde encontramos irmãos e obreiros wesleyanos. Conversamos bastante, sobre muitas coisas, e depois fomos dormir; após participarmos de um delicioso jantar preparado pela irmã Neuza.

Na manhã de domingo; saí andando a pé, da casa do Presbítero Nadelson até o templo da IMW de Novo Horizonte, a cerca de quatrocentos metros de distância. Cheguei no horário previsto; mas não havia ninguém além da zeladora. Somente alguns minutos depois é que me apercebi que havia chegado quase uma hora antes, devido a diferença de fuso horário. Tive o prazer de participar da Escola Dominical. Após o relatório da secretária Márcia, me foi concedida a palavra e ministrei para os jovens e adultos. Ao final da EBD estive algum tempo, juntamente com o Pastor Cícero, em casa de um querido casal desta querida igreja; do qual tive o prazer de fazer o casamento a alguns anos atrás.

Depois de almoçarmos com Nadelson e Neuza - e de um ligeiro descanso - Célia e eu viajamos para a cidade de Ouro Preto d'Oeste, em viagem gentilmente patrocinada pelo Pastor Leonardo Brito, SD do Distrito de Rolim de Moura; que nos levou de carro, de Novo Horizonte até Ouro Preto d'Oeste. Depois de uma viagem de cerca de cento e quarenta quilômetros, chegamos nesta igreja que já pastoreei com o culto já iniciado. Senti grande prazer em abraçar o seu pastor - Paulo Menezes - SD do Distrito de Ouro Preto, que estava a nossa espera. Percebemos grande alegria entre o povo com a nossa chegada. Após o culto, a liderança da igreja nos surpreendeu, oferecendo um jantar de alto nível, no Restaurante Cota e Costa. Dali, seguimos com o Pastor Paulo, para repousar no Hotel Brasil.

Na manhã de segunda-feira; depois de uma noite bem dormida, seguimos com os pastores Leonardo Brito e Paulo Menezes - no carro do Diácono Elson - para conhecer a nova casa que o Elson está construindo. Dali, fomos em direção à congregação wesleyana do Jardim Tropical; onde o Pastor Agnaldo, responsavel pela mesma, já estava a nossa espera. Depois de nos ter mostrado tudo e de ter falado sobre seus sonhos; cheguei a conclusão de que é uma obra de fé e de muita dedicação. O novo templo fica quase em frente ao salão de cultos em que os irmãos desta congregação se reunem. Sou grato a Deus pelo ministério e pela visão do Pastor Agnaldo e dos membros da IMW de Ouro Preto d'Oeste.

Em seguida, retornamos ao hotel em que estávamos hospedados; para encontrar o Bispo Jamir - que passava por ali, vindo de S. Miguel do Guaporé para Porto Velho. Ele nos levaria em seu carro, em uma viagem de cerca de 330 quilômetros até Porto Velho. No caminho, passamos pela cidade de Jarú; onde visitamos o Pastor João Batista - titular da IMW de Jaru - e sua esposa; que já nos esperavam com um delicioso suco. Senti-me muito feliz por poder abraçar novamente este companheiro que tive o prazer de introduzir na IMW. Então, depois de colocarmos a conversa em dia (como se isto fosse possivel) seguimos para a cidade de Porto Velho - capital do Estado de Rondônia - em plena região amazônica.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário