sábado, 1 de janeiro de 2011

Novo dia - Novo ano - Novo tempo

"A noite é passada, e o dia é chegado; dispamo-nos, pois, das obras das trevas, e vistamo-nos das armas da luz" (Romanos 13.12).

Acordei cedo hoje - como sempre faço na maioria das manhãs. Já orei de manhã, bem cedinho, com faço na grande maioria das manhãs. Mas este dia é para mim especial - e apresento os motivos:

1. É o primeiro dia de um novo ano (uma longa jornada que preciso percorrer, ao longo dos próximos 365 dias - Ufa!!!);
2. É o primeiro dia de 2011 - ano que se reveste de sombras (e eu que outrora pensei que não chegaria a 2001);
3. É o primeiro dia de uma mulher no governo deste País - dia de posse e celebração (não sei se o povo de Deus terá motivos para celebrar);
4. É o primeiro dia de uma jornada regional que me desafia (existem projetos, mas existem os fatores imprevisíveis).

Todavia, vou me deixar conduzir pelo testemunho de Cleber Lucas em uma de suas canções: "Eu vou seguir com fé; com meu Deus eu vou, para a Rocha mais alta que eu. Eu sei pra onde vou: Como águia vou nas alturas do Filho de Deus". E, como se isso não bastasse, tenho também o testemunho de Cassiane para me encorajar: "Vou seguir nos passos de Jesus; vou levar comigo a minha cruz. Se os espinhos ferem os meus pés, eu vou descansar nos braços de Jesus". Pois é! O que eu quero mais, se já tenho tudo? - tenho Jesus! Ah, e ainda tenho acessórios importantes (filhos, bens, mulher; amigos e irmãos; ministério... Ahhhh!!!). Resumindo: TUDO E MAIS ALGUMA COISA!

Mas (devo me lembrar que não posso me esquecer deste "mas")... Não devo me descuidar! Em momento algum! Seja por que motivo for!!! Devo ter em mente o antigo hino: "E sem cessar, vigia a cada instante; que o inimigo ataca sem parar. Só com Jesus em comunhão constante, pode o mortal ao céu chegar! (portanto) bem de manhã, e sem cessar, vigiar e orar". Não existe descanso nesta vida (por que não dizer: nesta "guerra"? Sim! Porque a vida é uma guerra). Todavia, temos a Palavra de Deus a nosso favor - a nos encorajar. Leia com atenção o texto logo abaixo:

"E nós, cooperando com ele, também vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão; (porque diz: No tempo aceitável te escutei e no dia da salvação te socorri; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação); não dando nós nenhum motivo de escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado. Antes em tudo recomendando-nos como ministros de Deus; em muita perseverança, em aflições, em necessidades, em angústias, em açoites, em prisões, em tumultos, em trabalhos, em vigílias, em jejuns, na pureza, na ciência, na longanimidade, na bondade, no Espírito Santo, no amor não fingido, na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça à direita e à esquerda, por honra e por desonra, por má fama e por boa fama; como enganadores, porém verdadeiros; como desconhecidos, porém bem conhecidos; como quem morre, e eis que vivemos; como castigados, porém não mortos; como entristecidos, mas sempre nos alegrando; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, mas possuindo tudo" (2 Coríntios 6.1-10). (os "negritos" são meus)

Pois é... Como filhos de Deus que somos, temos os meios necessários para vencer todas as batalhas ao longo deste novo ano que se inicia, pois a Palavra de Deus nos diz que "as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas" (2 Coríntios 10.4). E se, porventura, nos sentirmos enfraquecidos à ponto de pensar em desistir; então, curvemo-nos diante do nosso amado Salvador JESUS; e cantemos em adoração uma das canções de louvor mais bonitas que conheço:

"Render a Ti adoração e derramar meu ser,
É o que meu coração deseja toda manhã.
Te imaginar é me inspirar, pra te dizer:
Estou apaixonado cada vez mais por Ti.
Senhor, tu és incomparavel!
Teu nome é maravilhoso!

Leva-me além! Leva-me além!
A um nível mais profundo de intimidade contigo, ó Senhor!
Leva-me além! Leva-me além!
Que a minha vida flua mais da tua unção - mais do teu poder".

Comece bem o novo ano, tomando medidas preventivas que se tornem sucessivas ao longo de seus doze meses. Viva este dia - e os demais que Deus te permitir viver, guardando no coração a realidade futura, tão bem interpretada pela inesquecivel Zilanda Valentin, em uma de suas canções: "Vem o dia em que o sol não vai nascer; e a lua nunca mais aparecerá; e o mar vai desaparecer. Só Jesus - Sua glória brilhará!".

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário