quinta-feira, 23 de julho de 2015

Nível de revelação


Vez por outra percebo em comentários, indagações sobre o que me leva a fazer certas postagens. Estes dias mesmo, li um comentário feito por Alex Meigre perguntando: "SERA porque ele deixou essas palavras, hein?" Respondi então, ao meu amigo e irmão Alex, que se trata de inspiração do momento. Sempre que oro, procuro me derramar; e, à semelhança de um vaso inclinado, me ponho disponível ao Santo Espírito. Então, somente depois de um bom momento com meu Senhor; é que faço a postagem da manhã. Em algumas ocasiões, só vou perceber a intensidade daquilo que postei algum tempo depois. Estou ciente de que o nível de revelação que tenho vai muito além de minha insignificância. Talvez, devido a isto, nem eu mesmo consiga entender a intensidade desta unção que carrego comigo; embora saiba o seu valor.
 
Tenho consciência de que agora, mais do que nunca, chegou o meu tempo de manter a bacia e a toalha sempre perto; pois Deus me convocou para servir. Todavia, isto não é o mais importante! O importante mesmo é saber quem sou, Quem me dirige e o que devo fazer. Trabalhar pela unidade da Igreja é missão urgente! Sinto o dever de interceder por meus companheiros Jamir, Caleb, Amaral, Elisiário, Sinvaldo, Hammes, Damião, Joedir, Geraldo, Joás e Oséias; pois a batalha se intensifica. Percebo que o combate que travamos, mudou de nível; e isto exige mais cuidado ainda. Sei que temos a armadura de Deus; mas suas peças precisam estar ajustadas. É momento de todos os wesleyanos se unirem; para se ajudarem mutuamente nesta luta. Ah... Orei por meu amigo Vitor Claveland (não abro mão de seu companheirismo)!
 
Na Bíblia, somos incentivados a guardar a Palavra de Deus no íntimo; assim, tenho este texto gravado em um lugar especial, no meu coração: "Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia. Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." (Romanos 11:32-36). Somos do Senhor! Nele vivemos, nos movemos e existimos. Que segurança Sua Palavra transmite ao nosso coração! Glória ao Deus eterno que se revelou em Jesus, nosso Salvador e Senhor!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário