quinta-feira, 30 de julho de 2015

Uma aliança de amor


Hoje, preciso viajar muito cedo... Então, precisei me levantar mais cedo ainda; pois tenho comigo, que buscar a direção de Deus em minha vida é algo de valor incalculável... Face à convicção que tenho, quanto à necessidade de que preciso também buscar a Sua proteção. Enquanto estive orando, fui lembrado da bem-aventurança de fazer parte do reino eterno de Jesus; reino que jamais terá fim. Este sim, será o verdadeiro governo dos justos; do qual tantos falam e tão pouco entendem; posto que, nada tem a ver com este mundo e seus sistemas. Então fui confortado com a convicção, de que Deus estabeleceu comigo e com minha família; uma aliança de amor que permanecerá firme. Em oração, senti necessidade de exaltar ao Deus eterno, que me aliançou consigo por meio de Jesus; ao morrer por mim naquela rude cruz.
 
Enquanto eu me mantinha curvado em Sua santa presença; fui levado a pensar em minha pequenez... Sim! Digo e repito: Ainda bem cedo, percebi que eu era um homem bem menor do que meus sonhos. No entanto, fui ensinado pela Palavra que este Deus, que procura por nós, nos ama e trabalha em nosso favor visando nos inserir em seu propósito de amor. Ele me ergueu do estado de condenação em que eu estava, fazendo de mim alguém útil e reutilizável, por meio de Seu Espírito. Não tenho como agradecer a Deus, o grande amor que nutre para com os homens; mesmo os piores; pois este amor me fez capaz de entrar no direito a uma herança eterna, reservada aos que têm fé em Jesus e a ele se entregam de corpo e alma, mente e coração. Como não agradecer tamanha dádiva de amor? Sim, digo que sou de Jesus; e sou muito feliz por isto!
 
Disse Davi, homem de Deus: "E estas são as últimas palavras de Davi: Diz Davi, filho de Jessé, e diz o homem que foi levantado em altura, o ungido do Deus de Jacó, e o suave em salmos de Israel. O Espírito do Senhor falou por mim, e a sua palavra está na minha boca. Disse o Deus de Israel, a Rocha de Israel a mim me falou: Haverá um justo que domine sobre os homens, que domine no temor de Deus. E será como a luz da manhã, quando sai o sol, da manhã sem nuvens, quando pelo seu resplendor e pela chuva a erva brota da terra. Ainda que a minha casa não seja tal para com Deus, contudo estabeleceu comigo uma aliança eterna, que em tudo será bem ordenado e guardado, pois toda a minha salvação e todo o meu prazer está nele, apesar de que ainda não o faz brotar." (2 Samuel 23:1-5). Creio poder dizer a mesma coisa, em Cristo Jesus!
 
Como não me comover, ouvindo esta canção de Adhemar de Campos? Ouça e medite nela:
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário