sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Pode não ser insônia


Neste tempo, provavelmente, mais do que em qualquer outro tempo da história; precisamos estar com mais frequência no lugar de oração. Geralmente, quando não conciliamos o sono, temos a tendência de ficar rolando na cama tentando dormir. Já faz tempo, percebi que esta falta de sono pode não ser simples insônia... Pois, como eu disse, precisamos orar mais! Minha madrugada começou mais cedo; e ao orar, me veio ao espírito aquela antiga canção: "Há um mistério na igreja; há um silêncio de oração; há um milagre acontecendo no meio da congregação..." Então, Deus me fez saber que a conexão entre o mistério e o milagre é a oração. Tão simples quanto isso! Mesmo que a oração não produza ruído... Todavia, quando feita por um justo - mesmo em um sussurro - pode muito em seus efeitos.
 
Assim, orei mais que o habitual. Adorei mais; e com mais intensidade do que o modo costumeiro. Tentei entender a grandeza do universo; e... Parei logo no começo! Se não consigo entender a própria complexidade do mundo que me cerca; como poderei entender o universo, ou a grandeza do próprio Deus a Quem sirvo de coração? Todavia, pude entender que Ele se faz presente na vida de quem o busca de modo aceitável; e isto é bastante pra mim! Já tenho dito: Não creio na utopia da predestinação; todavia, reconheço, o ser humano não pode encontrar o Deus eterno apenas por seus próprios meios. Isto não significa que a doutrina da predestinação tenha sentido. Significa, sim, que existem coisas que o ser humano não pode fazer sozinho, sem ajuda do Espírito; e achar a verdade é uma delas!
 
Precisamos ouvir a Voz das Escrituras: "Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não creem em mim; Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado. Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar." (João 16:7-14). A voz das Escrituras é a voz do próprio Deus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário