sábado, 30 de agosto de 2014

Princípio que adotei na vida

Foto: Hoje quase que vi a noite se transformar em dia... Explicando: É que precisei iniciar minhas atividades antes da madrugada plena; pois, tenho que viajar bem cedo, para - após mais de quatro horas de viagem - participar do café da manhã e da reunião de obreiros do Distrito de Cataguases, que se inicia as nove horas da manhã. Daí a minha necessidade de fazer umas "horinhas extras". Todavia, como tenho o braço do Pai sobre minha vida e Sua mão agindo em meu favor; não devo me preocupar tanto com detalhes que parecem ser tão importantes para a grande maioria das pessoas (o necessário e merecido descanso é um deles).

Ah... Já me rendi aos és do Senhor, apenas mudando um pouquinho o meu lugar de oração. Ainda bem que o lugar em si não é essencial; e sim a presença real do Deus eterno que nos ama em Cristo Jesus. Uma das coisas que sempre me impressionam enquanto eu oro; é o modo como o Senhor revigora as minhas forças. Não tenho palavras para descrever o que sinto; mas estou convencido de que nenhuma atividade alternativa, por mais importante que seja, é mais urgente do que buscar a presença do Pai em oração. Não tenho a menor dúvida ao afirmar que tudo o que sou e tenho, devo sobretudo a este princípio que adotei na vida.

Hoje quase que vi a noite se transformar em dia... Explicando: É que precisei iniciar minhas atividades antes da madrugada plena; pois, tenho que viajar bem cedo, para - após mais de quatro horas de viagem - participar do café da manhã e da reunião de obreiros do Distrito de Cataguases, que se inicia as nove horas da manhã. Daí a minha necessidade de fazer umas "horinhas extras". Todavia, como tenho o braço do Pai sobre minha vida e Sua mão agindo em meu favor; não devo me preocupar tanto com detalhes que parecem ser tão importantes para a grande maioria das pessoas (o necessário descanso é um deles).
 
Ah... Já me rendi aos pés do Senhor, apenas mudando um pouquinho o meu lugar de oração. Ainda bem que o lugar em si não é essencial; e sim a presença real do Deus eterno que nos ama em Cristo Jesus. Uma das coisas que sempre me impressionam enquanto eu oro; é o modo como o Senhor revigora as minhas forças. Não tenho palavras para descrever o que sinto; mas estou convencido de que nenhuma atividade alternativa, por mais importante que seja, é mais urgente do que buscar a presença do Pai em oração. Não tenho dúvida ao afirmar que tudo o que sou e tenho, devo a este princípio que adotei na vida.
 
O salmo 32 é um bálsamo para o coração que teme a Deus.
 
"BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano. Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão. Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos. Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti. O ímpio tem muitas dores, mas àquele que confia no SENHOR a misericórdia o cercará. Alegrai-vos no SENHOR, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração."
(Salmo 32.1-11)
 
Que renovo este salmo nos traz! Vale a pena meditar nele!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário