domingo, 19 de setembro de 2010

Duas Regiões - Dois Bispos

Neste dia 18 de setembro de 2010, a Igreja Metodista Wesleyana viveu uma experiência inédita: A posse, em simultâneo, de dois Bispos para duas Regiões. Alguns detalhes tornam o fato incomum: A IMW reuniu um Concílio Geral Extraordinário, no dia 29 de maio último. Este magno concílio deliberou, dentre outras coisas, a criação de duas novas regiões, oriundas da Primeira Região Eclesiástica. Esta região - a mais importante da Denominação, tanto em volume quanto em história, atendendo a esta decisão, liberou parte de sua jurisdição; para que fosse criada a Sexta Região Eclesiástica e a Região Missionária do Nordeste (esta já teve seu bispo empossado - o Bispo José Damião Rodrigues de Souza). A Sexta Região, um dos focos desta divulgação,já nasce grandiosa; pois, arrebanha os wesleyanos da parte sul do Estado do Rio de Janeiro, abrangendo distritos tão influentes como Grajaú, Jacarepaguá, Campo Grande, Nilópolis, Nova Iguaçu. Volta Redonda, e outros.

O Culto solene de posse foi muito bem conduzido pela comissão organizadora. E a posse de ambos os bispos, atende à proclamação feita em 29 de maio último, pelo Presidente do Conselho Geral - ao nomear os bispos wesleyanos. Foi empossado como Superintendente Regional da Primeira Região o Bispo Elisiário Alves dos Santos, em cumprimento ao imperativo profético proclamado pelo saudoso Bispo Gessé Teixeira de Carvalho, e na tradição wesleyana dele decorrente: "O primeiro colocado dentre os bispos eleitos, assume a Primeira Região". Para a Sexta Região, foi empossado o Bispo Roberto Amaral - um homem de Deus talhado para assumir esta importante região, neste momento desafiador em que vivemos. Autoridades políticas e eclesiásticas prestaram justa homenagem aos empossados.

Aproveito para fazer aqui, o registro das duas cenas que mais me comoveram: 1) A homenagem prestada pelo Bispo Elisiário, aos membros do Conselho Ministerial Regional (naturalmente, o CMR que agora está distribuído entre as duas regiões), os quais sempre hipotecaram apoio irrestrito ao Bispo Onaldo, seu antecessor. 2) A homenagem, mais do que merecida, prestada à irmã Elenir, viúva do Bispo Onaldo, de saudosa memória; a qual, em palavras dirigidas ao auditório, expressou sua gratidão, pelo amor e companheirismo que a Região sempre demonstrou ao seu falecido esposo. Em seguida, seguindo o protocolo do cerimonial, a irmã Elenir entregou ao Bispo Elisiário um cajado, como símbolo da transferência do rebanho aos seus cuidados pastorais.

Registro também dois outros fatos de grande significado: 1) A presença quase unânime dos membros do Conselho Geral, que demonstrou a todos os presentes, o nível de unidade e comprometimento em que a liderança maior da IMW se encontra. 2) A cortesia da Região anfitriã, que, através do seu Conselho Ministerial Regional, ofereceu a todos os presentes, um farto e delicioso jantar de gala (pratos finos, de muito bom gosto; tudo regado a refrigerante; e ao final, uma sobremesa irresistível, mesmo para quem estivesse de dieta). Foi um evento memorável!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. Oro à Deus para que abençoe as posses do Bispo Elisiario e do Bispo Roberto Amaral, para que os mesmos tenham a direção de Deus para essa nobre e nova missão!!!

    ResponderExcluir