sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Orei por nossa nação

Foto: Nesta madrugada, só percebi o belo espetáculo oferecido pela lua cheia, após ter orado; pois o meu espírito se inquietou até ao ponto de interceder pode quase todos os pastores e obreiros da 2ª Região (acredito ter esquecido alguns, mesmo tendo Deus me feito lembrar alguns nomes). Orei por nossa nação, pois segue para um limite perigoso, tangida por governo irresponsável, distante de seus problemas sociais; e mentor de estranhas propostas de mudança (algumas abomináveis). Orei por este país curvado sob o peso de leis injustas; sem que se possa fazer nada que altere este curso; pois é dever do povo escolher seus governantes e legisladores. Pedi ao Senhor que renove nossos mananciais, por amor ao Seu povo que geme com esta triste situação; ainda que carregue alguma culpa por isto.

Senti necessidade de interceder por minha família, coisa que sempre faço; mas, só que com maior intensidade; pois os dias vindouros não inspiram segurança. Orei por irmãos residentes em nações hostis; pois, nelas, muitos têm sido martirizados; e os que conseguem escapar, vivem em sobressalto. Enquanto em oração, fui lembrado que o Senhor tem em uma de Suas mãos, o cetro de Juiz; e na outra, o cajado de Pastor. Então, lhe supliquei que use o Seu cajado em direção e em favor de Seu povo (me refiro aos que O temem e esperam em Sua Palavra). Pedi que restaure a força dos mananciais; e que eleve o nível dos reservatórios; para que o povo - mesmo sem merecer - possa ter água suficiente para suas necessidades. Não sei se fui atendido... Mas senti paz ao me levantar do lugar de oração.

Nesta madrugada, só percebi o belo espetáculo oferecido pela lua cheia, após ter orado; pois o meu espírito se inquietou até ao ponto de interceder pode quase todos os pastores e obreiros da 2ª Região (acredito ter esquecido alguns, mesmo tendo Deus me feito lembrar alguns nomes). Orei por nossa nação, pois segue para um limite perigoso, tangida por governo irresponsável, distante de seus problemas sociais; e mentor de estranhas propostas de mudança (algumas abomináveis). Orei por este país curvado sob o peso de leis injustas; sem que se possa fazer nada que altere este curso; pois é dever do povo escolher seus governantes e legisladores. Pedi ao Senhor que renove nossos mananciais, por amor ao Seu povo que geme com esta triste situação; ainda que carregue alguma culpa por isto.
 
Senti necessidade de interceder por minha família, coisa que sempre faço; mas, só que com maior intensidade; pois os dias vindouros não inspiram segurança. Orei por irmãos residentes em nações hostis; pois, nelas, muitos têm sido martirizados; e os que conseguem escapar, vivem em sobressalto. Enquanto em oração, fui lembrado que o Senhor tem em uma de Suas mãos, o cetro de Juiz; e na outra, o cajado de Pastor. Então, lhe supliquei que use o Seu cajado em direção e em favor de Seu povo (me refiro aos que O temem e esperam em Sua Palavra). Pedi que restaure a força dos mananciais; e que eleve o nível dos reservatórios; para que o povo - mesmo sem merecer - possa ter água suficiente para suas necessidades. Não sei se fui atendido... Todavia, senti paz ao me levantar do lugar de oração.
 
Precisamos ter consciência que, em um mundo dominado por maldade e engano; nossa esperança precisa estar focada no Deus eterno, pois vão é o socorro do homem: "Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres. Traze-nos outra vez, ó Senhor, do cativeiro, como as correntes das águas no sul. Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos." (Salmos 126:1-6). A grande verdade é que dEle vem a nossa salvação!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário