sexta-feira, 25 de julho de 2014

Caixinha tinta de vermelho

 

Bom é estar em Tua presença, Pai; quebrantado e pleno de certeza quanto ao Teu amor para comigo, simples mortal. Ao lidar com minha natureza humana, sou sabedor de que a linha que separa o meu cérebro do de um primata é tênue; no entanto... É esta diferença que faz dele um primata e de mim coroa de Tua criação. Considero o maior privilégio Te conhecer como Senhor e Salvador... Por saber que me amas, mesmo sendo eu quem sou. Infeliz o homem que não possui este saber; tanto quanto é feliz quem Te conhece. Te glorifico, querido Pai, por minha vida!
 
Sinto prazer em te buscar tão cedo; bem antes que a terra complete o giro que traz o brilho e o calor do sol ao nosso continente. Ao olhar o firmamento e procurar identificar as estrelas que nele reluzem, eu me recordo de Davi, Teu servo; em pleno campo, suportando o frio da noite, ao cuidar de suas ovelhas - que na verdade não eram suas - posto que eram ovelhas de seu pai. Sei que o modo como ele cuidou daquelas ovelhas por procuração, fez com que se tornasse capaz de vir a tornar-se o pastor de Israel. É assim que eu me sinto... Pastor do Teu povo, amado Pai!
 
Enquanto aqui estou, buscando Tua presença gloriosa; sou levado a pensar em minha própria vida... E me sinto como se fosse uma pequena bolha de sabão em pleno movimento de uma vida temporária; que sobe ao Teu encontro... Enquanto descreve círculos e linhas em sua breve existência. Que bênção eu sinto em poder pensar assim! Jamais Te conhecerei plenamente, isso não me canso de saber... Mas sinto alegria em saber que Tu conheces muito bem a minha vida... Contemplando esta caixinha tinta de vermelho que trago no peito; pulsante por dentro, que chamam de coração.
 
Neste texto, somos exortados a viver uma vida prudente e sábia, cheia do Espírito: "Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, Remindo o tempo; porquanto os dias são maus. Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito; Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração" (Efésios 5.15-19). Mantendo o coração pleno de louvor e adoração.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário