quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Lágrimas de gratidão


Enquanto eu me prostro, no mesmo lugar em que tantas vezes orei, aqui em Belo Horizonte; vem ao meu espírito esta palavra dita por João Batista: "O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu." (João 3:27). Esta lembrança me conduziu a buscar de Deus direção para os meus passos. Estou convencido de que cada minuto diante do Senhor, vale por uma hora inteira de esforço para obter alguma coisa útil e proveitosa. Talvez seja esta a razão pela qual um obreiro, com pequeno esforço, consegue fazer tanto; ao passo que muitos, mesmo dispendendo grande esforço, não chegam a alcançar resultado positivo. Como senti segurança nesta reflexão!

Aproveitei para empregar bem o meu tempo na presença do Senhor... E procurei orar por minha pequena casa e por Seu grande povo. E na oração, pedi que guarde os que são Seus, das paixões infames e doentias; e que nos guarde, a todos, do mal de cada dia. Também pedi, que nos ajude a valorizar e multiplicar as coisas, que do céu nos foram dadas; e que não esmoreçamos em nossa finalidade serviçal. Senti correrem lágrimas, pelo canto dos olhos... Todavia, não senti dor ou sofrimento enquanto elas escorregavam de mansinho pelas maças do meu rosto. Foi quanto entendi que, na verdade, aquelas eram lágrimas de gratidão liberadas por meu coração.

Este salmo sempre me edificou:

"Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados. Que, passando pelo vale de Baca, faz dele uma fonte; a chuva também enche os tanques. Vão indo de força em força; cada um deles em Sião aparece perante Deus. Senhor Deus dos Exércitos, escuta a minha oração; inclina os ouvidos, ó Deus de Jacó! (Selá.) Olha, ó Deus, escudo nosso, e contempla o rosto do teu ungido. Porque vale mais um dia nos teus átrios do que mil. Preferiria estar à porta da casa do meu Deus, a habitar nas tendas dos ímpios. Porque o Senhor Deus é um sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não retirará bem algum aos que andam na retidão. Senhor dos Exércitos, bem-aventurado o homem que em ti põe a sua confiança."
(Salmos 84:5-12)

Como me faz bem meditar nele!

Jamais saberia quantas vezes cantei esta canção com a igreja:
https://youtu.be/Xv0_RDVIK9w

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário