sexta-feira, 15 de maio de 2015

Não existe escolha melhor


Sempre que penso nas escolhas que fiz, ao longo de minha vida; e estou convencido de que acertei em uma boa parte delas; penso que nas mais importantes! Aquelas que tiveram peso de influência na construção do meu caráter e na execução do meu projeto de vida. Na verdade, minhas escolhas definiram o lar que hoje tenho; e interferiram positivamente em minha trajetória. Assim, da janela de minha alma, ao contemplar as pessoas do meu tempo, percebo o estado em que tanta gente vive; marcada por lembranças e traumas indesejáveis e carregando sobre si o peso de escolhas mal feitas e de uma culpa que nem sempre têm. Infelizmente, as consequências de algumas escolhas que - ao longo do tempo - fazemos, não poderão ser mudadas. Creio ser esta a principal razão de tanto sofrimento neste mundo.
 
Quanto a mim; sempre que alguém me perguntar qual a melhor escolha que fiz na vida, ou a melhor decisão que tomei; responderei sem a menor sombra de dúvida e sem pestanejar: Minha melhor decisão foi ter reconhecido, lá atrás, o meu estado de miséria e pecado (este é o tipo de decisão que, quanto mais cedo tomarmos, melhor será); e a minha melhor escolha - consequência direta desta decisão - foi ter abraçado a salvação que Deus me ofereceu e ter recebido o Senhor Jesus como o meu único e suficiente Salvador. Creio não cometer engano; ao dizer que tudo de bom que me aconteceu, ao longo de minha vida, está diretamente relacionado com esta escolha e decisão. Tenho uma família abençoada por Deus e uma missão definida no céu e aplicada na terra. Eu posso afirmar que não existe escolha melhor!
 
Jesus ou Barrabás... Qual a escolha? Algumas escolhas que fazemos definem o valor que damos a Jesus: "Portanto, estando eles reunidos, disse-lhes Pilatos: Qual quereis que vos solte? Barrabás, ou Jesus, chamado Cristo? Porque sabia que por inveja o haviam entregado. E, estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele. Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram à multidão que pedisse Barrabás e matasse Jesus. E, respondendo o presidente, disse-lhes: Qual desses dois quereis vós que eu solte? E eles disseram: Barrabás. Disse-lhes Pilatos: Que farei então de Jesus, chamado Cristo? Disseram-lhe todos: Seja crucificado." (Mateus 27:17-22). Na verdade, algumas escolhas nossas podem decidir nosso futuro!
 
Penso que todo cristão deveria ouvir, de quando em vez, este clássico evangélico: www.youtube.com/watch?v=L6vOUtFI27Y
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

2 comentários:

  1. Obrigado Jesus por reconhecer minha condição miserável ainda jovem! Pois sei que a partir desta decisão as demais serão em sua maioria escolhas certas!

    ResponderExcluir