segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Deus me teve por fiel


Nesta manhã, ainda bem cedo, fui despertado por Deus para me dedicar à intercessão. Sempre sinto especial alegria ao levantar-me antes da alva!. Não sei se conseguirei acordá-la, como fez Davi. Todavia, sinto-me feliz em poder me antecipar a ela. Enquanto orava, foi levado a pensar na minha condição de crente. E mais uma vez, me dei conta de que sou um crente mediano. E senti alívio em pensar assim... Saber que não consigo me incluir entre aqueles que chegam a posições extremas, em se afã de servir a Deus e ao Seu povo; e, nem estar incluído entre os que priorizam as coisas desta vida, acima da necessidade de orar e viver uma vida na presença do Senhor.
 
Então, agradeci a Deus em meu espírito; pois, sendo um crente comum - ainda que muitos não pensem assim - tornei-me alvo do Seu amor e graça... A tal ponto que Deus me teve por fiel, separando-me para o ministério. Enquanto sigo, vou buscando cumprir Sua vontade; e, ao mesmo tempo, procurando me desviar dos embaraços, sem sentir necessidade de ficar catando coisinhas que encontro ao longo do caminho. É que carrego comigo a convicção de que coisa alguma que venha a chamar minha atenção - por mais valiosa que seja - se compara ao que me espera ao final da jornada. Então, por que perder tempo com o que não agrega valor à minha vida?
 
É bem verdade que não me sinto realizado; e, também, nem sempre preparado para lidar com provações ou suportar o dano causado por perseguições e injúrias que as vezes sofro neste mundo. Todavia, aprendi nas Escrituras que a plena realização somente será alcançada naquele grande Dia em que o Sol não vai mais se por. Aprendi também que a preparação não é algo que se alcança ao fim de um processo; e, sim, uma experiência que vai sendo adquirida enquanto caminhamos - com o passar do tempo - na justa medida em passamos pelas provas e lidamos com os desafios. Assim, mesmo sem me sentir realizado ou preparado, sinto alegria por ser de Jesus!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário