quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O cuidado pessoal do Pastor

"Tem cuidado de ti mesmo e do teu ensino; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem" (1 Timóteo 4.16).

Ao postar esta nota em minha página no facebook, entendi que deveria estendê-la ao meu blog. E senti-me levado a isso, devido a relevância do assunto em nossos dias. Na verdade, alguns dos problemas que um ministro de Deus geralmente enfrenta, seriam natimortos, caso o cuidado da vida pessoal do obreiro se constituísse em uma de suas urgentes altas prioridades.

A Palavra de Deus, conforme o próprio texto em epígrafe indica, deixa claro que um dos deveres do obreiro é cuidar de si mesmo. E não estou me referindo a cuidados tais como: atividades físicas, entretenimento, etc. Tenho percebido que várias recomendações - em livros e revistas - já leva a maioria a cuidar do seu condicionamento físico - alguns até bem demais! É com este objetivo, que passo a anotar alguns pontos fulcrais para uma vida plena:

Oração secreta

Um obreiro do Senhor, seja homem ou mulher, precisa manter-se próximo de Deus. E a oração secreta, "gemida" e "molhada" é o mais importante meio para esta aproximação. As vezes pensamos que, pelo simples fato de estarmos fazendo a obra de Deus, já temos suficiente proximidade com Ele. Isso não corresponde a verdade! E tenho certeza de que muitos daqueles obreiros que me seguem já descobriram disso.

Minha experiência tem me levado a uma forte suspeita: Penso que a necessidade de descontração de alguém que se dedica intensamente a obra do Senhor - sem vida devocional correspondente - pode desaguar em atividades pecaminosas encobertas. Isso pode explicar o "por que", de alguns homens de grande projeção ministerial, presos na armadilha do "ativismo em nome de Deus"; acabarem por sucumbir ante o apelo do "pecado que tão de perto nos rodeia" (Hebreus 12.1) - sob a forma de sites pornográficos, filmes eróticos, relacionamentos dúbios, etc.

Boa leitura

Existem livros evangélicos no mercado - em número suficiente para encher as inúmeras prateleiras de todos os grandes "shopings" existentes neste País. Todavia, para encontrarmos o livro adequado a nossa real necessidade, precisamos nos dedicar a um trabalho de paciência; em uma espécie de "garimpagem" nos bastidores das montanhas de livros disponíveis no mercado. Não se trata apenas de "comprar e guardar"; ou mesmo, de "comprar e ler". O que ocorre; é que a leitura de um livro pode mudar o rumo de uma vida - para melhor ou para pior!

Visitação

Existe um conjunto de atividades ministeriais - as quais, por si mesmas, nos edificam e aprimoram, na medida em que são exercidas. Dentre elas, quero destacar a visitação, por ser uma das mais importantes e enriquecedoras. Um obreiro que dedica parte do seu tempo a visitar famílias da igreja - ou mesmo da comunidade - acaba por descobrir o quanto pode aprender e ser util, no atendimento prático ao seu rebanho.

Em meu ministério, exercido ao longo dos anos, fui me dando conta de que grande parte do conhecimento e experiência que fui adquirindo - foram derivados do ministério de visitação. Os problemas que ajudei a resolver; os dramas que assisti; as histórias que ouvi... Enfim, todo o acervo resultante das visitas que fiz, ao longo dos anos; me acumularam de valores incomparáveis - tão ou mais importantes do que os anos gastos em diversas escolas.

Concluindo

O meu objetivo, neste estudo, é chamar a atenção daqueles que servem a Deus; para a necessidade de reservar um tempo maior de dedicação a sua vida devocional - se dedicando a oração, boa leitura e atividade ministerial saudável. Na verdade, tenho chegado a conclusão, de que o cuidado do espírito e da alma é prioridade absoluta na vida de um pastor.

Tenho chegado a conclusão que, na falta de cuidado para com a própria vida espiritual, pode estar a causa da grande maioria dos problemas que um servo do Senhor enfrenta nos dias de hoje. Em assim sendo, entendo que o cuidado constante do rebanho do Senhor, não é razão para dispensar um dedicado pastor de cuidar de sua própria alma. Precisamos nos voltar para Deus - antes de nos dedicarmos a Sua obra.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. Missionária Débora


    Bispo é profunda esta mensagem e retrata um pouco do livro que estou lendo de Bill Hybels que tem como título "Ocupado demais para deixar de ORAR".Este livro é muito interessante,assim como sua palavra parabéns,pelo bom uso da graça de Deus,que emana através de ti.

    ResponderExcluir