sábado, 20 de maio de 2017

Servo de Deus que não ora

A imagem pode conter: texto

Ao longo de minha vida cristã, tenho procurado manter minha fé viva e meu amor atuante; e não conheço meio melhor para este fim, que manter o lugar de oração sempre aquecido. Sei que a Palavra de Deus pode guardar do desvio moral; mas é a oração que nos livra da frieza espiritual. Então... Não devemos permitir que o sol se ponha sobre nossa omissão; pois orar, além de ser  a melhor preparação para a obra do Senhor; é também questão de sobrevivência espiritual. Um servo de Deus que não ora, não irá muito longe; e, se for, chegará ao final de sua vida frio e indiferente.

Hoje mesmo, enquanto eu orava; expus à Deus minha gratidão por tudo que tem feito por mim e minha família. Tenho feito tão pouco em retribuição; todavia... Até o pouco que tenho feito; o tenho feito sob a luz de Sua presença e manifestação do Seu poder. Na verdade... Conforme o dizer de uma canção em declaração profética: Do Senhor é todo o trabalho; e o meu trabalho é tão somente descansar n'Ele. Portanto... Não devo temer o amanhã cheio de lutas e desafios; pois os meus olhos estão postos bem além do horizonte sombrio e a minha vida repousa segura em Jesus.

Eu perdi a conta, das vezes preguei sobre este texto bíblico: "Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará. E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia. Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos. Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal." (Salmos 37:4-8). Eu creio e vivo sob a sombra que ele projeta.

Eu gostava de ouvir meu filho Ezequiel cantar esta canção:
https://youtu.be/yOXmW48OIVs

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário