sábado, 3 de janeiro de 2015

O ser humano e vulnerável


Hoje acordei pensando no quanto a vida humana é vulnerável e frágil... E eu me refiro a todos os aspectos dela; tanto em suas atividades laborais, como em suas relações afetivas; tanto em sua condição espiritual, como em sua condição moral. Não é de hoje, tenho percebido que certas mudanças ocorrem com tamanha rapidez na vida de alguém, que - em alguns casos - nos surpreendemos com atitudes de certas pessoas, se compararmos com seus atos do dia anterior; tamanha a mudança ocorrida, de um instante para outro, em seu comportamento. Tenho aprendido muitos ditados em Minas Gerais... Em um deles, o mineiro costuma dizer que para conhecermos bem uma pessoa, precisamos "comer um saco de sal" com ela (esta é uma figura de linguagem utilizada para destacar que só conseguiremos conhecer bem uma pessoa, após convivermos muito tempo com ela). Realmente... A instabilidade humana pode causar graves equívocos em quem não é cuidadosos em seu modo de relacionamento e de julgamento; posto que o coração e suas reais intenções e motivações, só Deus pode conhecer plenamente.
 
Em assim pensando e observando, cheguei à conclusão que, somente uma pessoa capaz de manter e desenvolver habilidades especiais em seu interior, será capaz de conviver e lidar com os conflitos e contradições de uma pessoa marcada e dominada por certas crises existenciais. Minha conclusão, em minha convivência com casos assim, é que somente o cristão bíblico pode ter as melhores chances de sucesso. E chego a esta conclusão, por entender que somente um cristão atento ao que a Bíblia diz, poderá valorizar, adquirir e cultivar a árvore do "fruto do Espírito" em seu íntimo (Gálatas 5.22); mantendo-a viçosa, adubando-a com o fertilizante das "bem-aventuranças do crente" (Mateus 5.1-12). Estou convencido de que a dificuldade em lidar com tais conflitos, tem sido causa maior de muitos casamentos desfeitos, sociedades rompidas, alianças quebradas e prejuízos irreparáveis. Realmente... O ser humano é vulnerável! E nesta condição sofre perdas que poderiam ser evitadas, se recorresse ao auxílio divino oferecido por Deus na pessoa bendita de Jesus Cristo, nosso Salvador.
 
Eis as bem-aventuranças do crente: "E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós." (Mateus 5:1-12). Bem-aventurados aqueles que as possuem!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário