terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Discipulado de líderes

Foto: Mais uma vez precisei levantar bem mais cedo que o habitual... É que preciso marcar presença no lugar de oração e terei que fazer uma viagem logo de manhã. Pensei em uma oração que resumisse minhas necessidades, e as de minha querida família; e ela fluiu muito bem. No entanto, fui cobrado em meu íntimo orar por todos os pastores e obreiros que foram transferidos... Missão árdua, pois foram muitas transferências em um só concílio. Todavia, não me furtei ao cumprimento desta importante missão... E consegui orar por todos eles. Como eu disse: Foram muitos os que foram transferidos. Só Superintendentes Distritais, foram nove, dos que já faziam parte do CMR; e, além destes, nomeei seis novos SD. Foram dezenas de pastores, aspirantes e estagiários nomeados nos seis estados brasileiros e o Distrito Federal, sob a bandeira da 2ª Região. Posso ter me esquecido de algum... Mas, procurei orar por todos eles; lógico, sem esquecer de minha família e outros motivos de oração.

Na verdade, o discipulado de líderes e obreiros é complexo; pois não exige apenas lições e informações orais; posto que a maior parte das lições são transmitidas por convivência exemplar... Em que o amor transpira em cada gesto e palavra; em que os sonhos e conflitos são compartilhados com a mesma intensidade. Esta talvez seja a razão pela qual, alguns bons líderes não conseguem fazer discípulos entre os líderes em potencial que têm sob seu comando (aliás, cobertura é a palavra mais apropriada, não comando). Existe um ato de liderança que se sobrepõe aos demais: A oração e intercessão pelos liderados. Alguém pode me questionar sobre a fonte que definiu minhas conclusões a este respeito; então, eu respondo: Minha convicção quanto ao mais perfeito discipulado nasceu de minhas observações acerca do ministério do próprio Jesus, com os seus doze discípulos. Se você observar bem, vai ver que Ele pôs em prática tudo aquilo que apontei. Então, pergunto: Por que não imitá-lo?

Mais uma vez precisei levantar bem mais cedo que o habitual... É que preciso marcar presença no lugar de oração e terei que fazer uma viagem logo de manhã. Pensei em uma oração que resumisse minhas necessidades, e as de minha querida família; e ela fluiu muito bem. No entanto, fui cobrado em meu íntimo orar por todos os pastores e obreiros que foram transferidos... Missão árdua, pois foram muitas transferências em um só concílio. Todavia, não me furtei ao cumprimento desta importante missão... E consegui orar por todos eles. Como eu disse: Foram muitos os que foram transferidos. Só Superintendentes Distritais, foram nove, dos que já faziam parte do CMR; e, além destes, nomeei seis novos SD. Foram dezenas de pastores, aspirantes e estagiários nomeados nos seis estados brasileiros e o Distrito Federal, sob a bandeira da 2ª Região. Posso ter me esquecido de algum... Mas, procurei orar por todos eles; lógico, sem esquecer de minha família e outros motivos de oração.
 
Na verdade, o discipulado de líderes e obreiros é complexo; pois não exige apenas lições e informações orais; posto que a maior parte das lições são transmitidas por convivência exemplar... Em que o amor transpira em cada gesto e palavra; em que os sonhos e conflitos são compartilhados com a mesma intensidade. Esta talvez seja a razão pela qual, alguns bons líderes não conseguem fazer discípulos entre os líderes em potencial que têm sob seu comando (aliás, cobertura é a palavra mais apropriada, não comando). Existe um ato de liderança que se sobrepõe aos demais: A oração e intercessão pelos liderados. Alguém pode me questionar sobre a fonte que definiu minhas conclusões a este respeito; então, eu respondo: Minha convicção quanto ao mais perfeito discipulado nasceu de minhas observações acerca do ministério do próprio Jesus, com os seus doze discípulos. Se você observar bem, vai ver que Ele pôs em prática tudo aquilo que apontei. Então, pergunto: Por que não imitá-lo?
 
Neste texto postado em seguida; ao nos oferecer alívio e descanso, Jesus nos ensina que mansidão e humildade são virtudes essenciais em qualquer líder: "Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim te aprouve. Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve." (Mateus 11:25-30). O cristão atento aos ensinos da Bíblia, verá que virtudes como mansidão e humildade são muito valorizadas por Deus. E em nossa caminhada com Jesus, aprendemos estas e muitas outras lições de vida.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário