terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Fé cristã autêntica


Já tenho dito, algumas vezes, que não existe caminho fácil para alguém que queira orar. No entanto, existem dias em que buscar a face do Senhor exige perseverança e força de vontade. Creio que este foi um desses dias para mim. Graças a Deus, consegui dobrar os meus joelhos. É bom que se diga que dobrar os joelhos, não é a única posição para se orar; porém, a mais utilizada. Penso que a verdadeira prostração não depende de uma postura física; é mais uma postura espiritual. Entretanto, eu me sinto bem me postando de joelhos diante do meu Deus. Sei que posso orar de outros modos; mas é assim que me sinto mais a vontade. Mas uma coisa é certa: De um jeito ou de outro, não podemos sobreviver sem oração.
 
Enquanto eu orava, fui levado a pensar nas lutas que os filhos de Deus enfrentam ao longo da história da Igreja. Lutas causadas por acusações mentirosas, levianas; lutas causadas por intolerância e perseguição atroz; lutas em meio à restrição da liberdade; ou, causada por liberdade excessiva; lutas do lar e fora dele; enfim... Lutas e provações fazem parte da história de qualquer crente que tenha um mínimo de noção de sua condição de filho de Deus vivendo em um mundo decadente, antagônico aos valores da genuína fé cristã e bíblica. Inclusive, é bom que se diga que a fé - para ser cristã autêntica - precisa se bíblica; pois, em caso contrário, ela pode se transformar em uma das muitas crendices que vemos pelo mundo afora.
 
Portanto, se estamos ou não de férias; ou demasiado cansados para permanecer de pé; enfim, seja qual for o lugar, ocupação ou estado em que estejamos; este deve ser o nosso pensamento: "Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." (Mateus 6.31-34). Então, priorizando o reino de Deus, conseguiremos vencer.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário