quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Natal em família

 

Nesta manhã, enquanto eu orava ao Pai; fiquei a pensar no culto de natal que promovemos aqui em casa - pouco antes da meia-noite - com parte da família que conseguiu estar conosco. Foi uma bênção termos o Pastor Murilo Araújo e família (irmão de Maria Célia); e Soraia e sua filha Melissa (irmã e sobrinha de minhas noras). O meu filho Pastor Calegari iniciou o culto com oração; em seguida, cantamos algumas canções alusivas ao natal; acompanhadas ao som do violão executado com habilidade por meu filho Elizeu. Algumas orações foram feitas e o clássico texto de Isaías 9 foi lido por mim. Minha Daniela iniciou um momento de oração. Minha esposa Maria Célia Calegari - não cabendo em si de tanto contentamento - transmitia prazer alegria em todo o tempo!

Dentre as orações feitas, comoveu-me ver meu neto Arthur (8 anos) orar agradecendo por Jesus ter derramado o Seu sangue puro para nos lavar dos nossos pecados; e a oração de minha neta Alexandra (12 anos) agradecendo a Deus pela bênção de estarmos juntos, em família; e também minha netinha Bia (4 anos) agradecendo ao Senhor Jesus, pelas coisas boas que nos dá e pela comida que iríamos comer. Ao final, unimos nossas mãos e intercedemos pelos vítimas das fortes chuvas que alagam os Estados do Espírito Santo e Minas Gerais. Oramos também por todos os familiares ausentes em momento tão especial... Especialmente por nosso querido filho Ezequiel, que está trabalhando no sul do Brasil. Então, o ambiente foi pleno de alegria, inundado de amor e comunhão!
 
Este texto tem tudo a ver com o nascimento de Jesus:
 
"MAS a terra, que foi angustiada, não será entenebrecida; envileceu nos primeiros tempos, a terra de Zebulom, e a terra de Naftali; mas nos últimos tempos a enobreceu junto ao caminho do mar, além do Jordão, na Galiléia das nações. O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz. Tu multiplicaste a nação, a alegria lhe aumentaste; todos se alegrarão perante ti, como se alegram na ceifa, e como exultam quando se repartem os despojos. Porque tu quebraste o jugo da sua carga, e o bordão do seu ombro, e a vara do seu opressor, como no dia dos midianitas. Porque todo calçado que levava o guerreiro no tumulto da batalha, e todo o manto revolvido em sangue, serão queimados, servindo de combustível ao fogo. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar com juízo e com justiça, desde agora e para sempre; o zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto."
(Isaías 9.1-7).
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário