segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Oásis ocultos


Senhor; nesta manhã em que me prostro no lugar de oração, venho trazer a minha vida para ser revestida de graça e unção. É que eu me sinto como se caminhasse em um longo e misterioso deserto. Deserto cujo dia é muito quente e a noite muito fria. Deserto, cujas areias e dunas escondem perigos e mistérios que representam ameaça real para um peregrino como eu. Até porque, este é um deserto cheio de miragens que confundem e desencaminham aqueles que viajam sem proteção e direção. Preciso de Ti!
 
Preciso de Tua presença comigo; pois, somente assim conseguirei me desviar dos perigos ocultos; e poderei encontrar os oásis ocultos que este deserto mantém camuflados entre as dunas, para abri-los tão somente àqueles que te buscam e desfrutam de tua direção. Por isso estou aqui, clamando por Ti, prostrado no lugar de oração; pois, estou ciente de que somente buscando a Tua face conseguirei encontrar este precioso tesouro. Não quero caminhar por mim mesmo, sem que Tua mão me conduza!
 
Senhor; enquanto caminho - as vezes cansado, as vezes assustado com tudo aquilo que vejo - ajuda-me a manter os meus passos cadenciados pelo compasso da Tua soberana vontade. Ajuda-me também a conduzir comigo a minha família e rebanho - assim como Moisé conduziu o Teu povo pelo deserto do Sinai - não na força de minha voz de comando; mas no meu exemplo de vida vivida Contigo. Eu bem sei que não tenho nada em mim mesmo que seja confiável; pois somente em Ti tenho rumo e destino.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário