sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

O "ruido" do silêncio


Logo após a virada do ano - depois de ter estado no lugar de oração - pude ouvir o "ruído" do silêncio, causado pelo encerramento das festas de natal e passagem de ano. Depois das despedidas dos que estiveram conosco; restaram papéis coloridos e sobras de alimentos. Mas, ficaram promessas de Deus para um ano que já segue sua marcha de 365 passos; e... Uma agenda aberta, a ser por mim preenchida.
 
No entanto, nada tenho a lamentar - seja da quebra de rotina, seja da "algazarra" tão comum em dias assim - pois os últimos dias foram profundamente marcados por sentimentos próprios de ocasiões como estas. Em tais dias, as famílias se reaproximam e as amizades se renovam e se fortalecem. Realmente... Estes dias especiais se repetem apenas em uma época a cada ano. Mas, para nosso bem, a vida continua.
 
E assim, enquanto a roda da vida se movimenta, devo estar ciente de que preciso me manter em sintonia com algumas realidades que não devem ser ignoradas: Vida de trabalho sério e de responsabilidades assumidas; vida de compromisso familiar fortalecido e muito bem cuidado; enfim... Vida comprometida com as partes integrantes de um viver abençoado e pleno; tanto diante de Deus quanto dos homens.
 
E para manter tudo isso em sintonia, preciso rever valores e conceitos... Renovando em mim aqueles que são relevantes e aplicáveis aos novos tempos em que eu vivo e descartando aqueles que se afiguraram nulos ou sem utilidade prática, nocivos ao meu bem estar e força interior segundo Deus; preciso continuar seguindo em frente, mantendo o meu olhar firmado nas promessas de Deus e em Jesus, meu Senhor.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário