terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Se Deus te deseja, não fuja dele

"1 E VEIO a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: 2 Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. 3 Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR. 4 Mas o SENHOR mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma forte tempestade, e o navio estava a ponto de quebrar-se"
(Jonas 1.1-4).

Hoje pela manhã, enquanto orava e colocava perante o meu Deus os assuntos de sempre, comecei a interceder por aqueles que - tendo sido chamados pelo Senhor - procuram se esquivar de tão grande honra concedida por Deus; utilizando os argumentos que conseguem reunir em volta de si, como se os mesmos fossem suficientes para justificar sua evasiva. Não sei qual foi a razão deste rasgo de intercessão; mas, confesso, fiquei preocupado...

Não sei o "por que" desta advertência. Mas, a mesma soou clara como uma montanha coberta de neve banhada pela luz do sol. Se Deus te deseja, não fuja dele! Fui levado a me lembrar de algumas fugas conhecidas. Mas, detive-me naquela que considero a fuga clássica: A fuga do Profeta Jonas. Enfim, como podemos ver Jonas no episódio de Nínive: Profeta turrão... Ou, Profeta fujão? Não sei... Mas que aquele homem de Deus fez as duas coisas, isso sei que fez!

Enquanto orava, pensava no modo como Deus procurou colocar a locomotiva do profeta nos trilhos do Seu propósito. É verdade! Em sua fuga alucinante, o profeta não percebeu que descarrilhou. Ele começou a descer... Foi descendo, descendo, descendo - como geralmente acontece com todo aquele que procura fugir de Deus. Realmente, não existe rota de fuga para alguém a quem Deus deseja. Portanto, se Deus te deseja, não fuja dEle!

No propósito de recolocar o profeta no rumo certo, Deus usou um meio exclusivo e singular. Na verdade, Deus moveu, literalmente falando, as forças da natureza, para impedir a loucura do profeta. Sim! porque fugir de Deus é um ato de insanidade, antes de se tornar um ato de rebeldia. E, naquele momento infeliz de sua vida fugitiva, um pequeno barco em um mar bravio não seria esconderijo seguro. E as grandes ondas se ergueram, sob o comando de Deus!

Se considerarmos o poder e o agir do nosso Deus, vamos chegar a conclusão de que o grande peixe é apenas um detalhe. Na verdade, quando Deus é obedecido, tudo converge para o bem. E assim, o grande mar, as grandes ondas e o grande peixe estavam postados no lugar em que deveriam estar - para acolher em meio a tormenta um profeta sem rumo... Um profeta fujão, sem a aprovação do Deus que o desejava. E Jonas logo descobriu que não é nada bom fugir de Deus.

Graças a Deus, o bom senso retornou ao velho profeta de Deus! E quando o bom senso retorna, a primeira coisa que um homem de Deus faz é reconhecer o seu pecado; em seguida, ele se curva perante a majestade de Deus. Então, começam a brotar de seus lábios as palavras de humilhação e de entrega que o recolocam de bem com Deus. E a vida continua!

Cordialmente;
Bispo Calegari

4 comentários:

  1. Meu Bispo já fugi algumas vezes do "chamado" e não foi nada bom...hoje entendo e aceito o chamado de Deus em minha vida e sei que estou no rumo certo...obrigado!!!
    Pb. Jonas (IMW Santo Andre-Vitoria-ES)

    ResponderExcluir
  2. A paz do Senhor!
    Não tem como não comentar: Maravilhosa!

    ResponderExcluir
  3. A paz do Senhor,Bispo Calegari,como sempre sábias palavras,DEUS continue te abençoando sempre com palavras motivadoras !!!

    ResponderExcluir
  4. Bispo como saber se sou escolhida de Deus?para fazer a obra.
    aceitei a Jesus como único e suficiente salvador de minha vida,
    não quero agir pela emoção,mais pela cienciado de que servir a Deus é coisa seria.Um grande abraço.
    vanilsy gomes.

    ResponderExcluir