sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Sistema contra Deus


Nesta manhã, enquanto eu orava ao Senhor, fui levado a interceder por nossa nação. Ao buscar a proteção de Deus para o Brasil, fui advertido que quando um governo procura desviar um país cristão, de seus valores morais e espirituais herdados de sua crença; e tenta impor usos e costumes estranhos às suas tradições e princípios baseados na Verdade Eterna; as consequências - ainda que não sejam sentidas de imediato - irão se manifestar, na mesma proporção da ofensa praticada. Ao longo da História, podemos verificar que isto aconteceu com povos e nações do passado distante e recente; isto aconteceu com Israel; isto também pode acontecer com o nosso Brasil.
 
Nosso país não está isento de sofrer por conta da insanidade de governos; que, usando como justificativa aprimorar a garantia dos direitos e liberdades individuais, profanam valores legitimados e consagrados na constituição federal; e, usando como pretexto a miséria de seu próprio povo, assaltam os cofres da nação roubando a saúde e a segurança daqueles que dizem defender; e que, advogando em causa própria, transformam criminosos em heróis, obrigando as pessoas de bem a se esconderem da violência crescente. Infelizmente, a aliança de homens de Deus com pessoas privadas do temor de Deus, ajuda a manter e dar sustentação a um sistema em oposição a Deus.
 
Enfim, não é de hoje que alianças entre santos e profanos - longe de "santificar" a profanação - acaba por profanar os santos; unindo em um trágico destino, famílias boas e famílias ruins. Devemos pois pensar que, assim como a junção de laranjas boas com laranjas ruins, em um mesmo saco - longe de melhorar a qualidade das ruins - acaba por contaminar as boas; de igual modo, o cristão aliançado com o ímpio acaba por anular promessas divinas de provisão e proteção sobre sua vida; pondo em risco a sobrevivência ou a qualidade de vida de sua própria família. Portanto, nós os cristãos bíblicos, precisamos estar atentos à este momento perigoso.
 
Esta advertência deve ser levada em alta conta:
 
"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor;E não toqueis nada imundo,E eu vos receberei; E eu serei para vós Pai,E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso."
(2 Coríntios 6:14-18)
 
Ela pode definir para melhor o nosso futuro.
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário