sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Ouvir a voz de Deus

A imagem pode conter: atividades ao ar livre e texto

Madrugada, quase dia amanhecido... E o Senhor tão próximo. Que graça! Que mistério! Enquanto eu oro, me recordo da dura infância que tive, cercada de dor e de revolta. Ainda criança, procurei me armar devidamente, para nivelar a luta entre mim e meus agressores (primeiro adquiri um faca com lâmina de vinte centímetros; depois, uma garrucha de dois canos; finalmente, uma pistola de nove tiros). Então, sufocado por dor e revolta, encontrei Jesus (ou ele me achou). Ele me tirou do caminho da perdição e me trouxe para o caminho da salvação. Foi quando minha vida mudou.

Uma das coisas boas, que ocorrem no lugar de oração, é ouvir a voz de Deus. E ela sempre traz "à memória o que me pode dar esperança" (Lamentações 3.21). Porém, para chegarmos a este nível de revelação, precisamos praticar este imperativo divino: "Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração" (Romanos 12:12). Outra coisa que acontece no lugar de oração; é percebermos que jamais conseguiremos retribuir o investimento que Deus fez em nós, ao nos salvar em Cristo. Ele agiu assim por nos amar! Isto jamais devemos esquecer!

Pense nisto: "Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida." (Romanos 5:6-10). E exalte sempre a Jesus!

Há canções que nos aproximam das promessas de Deus. Esta é uma delas:
https://youtu.be/PjETW2SJ924

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário