terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Tríplice cadeia

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Em fevereiro de 2012 postei que: Fama, poder e riqueza sempre foram terríveis oponentes de uma vida de renúncia e entrega ao Senhor. A mutação que eles provocam é assustadora; e não são poucos os cristãos que, aos poucos, foram sendo pegos em sua prisão. Tenho visto pregadores famosos e crentes dedicados, se deixarem dominar pela atração que tais valores exercem. Só Jesus!

Lamento muito por aqueles que sem se perceber ficaram cativos nas malhas desta tríplice cadeia. Inclusive, conheço alguns bons homens de Deus que já não são mais os mesmos, desde que se deixaram deslumbrar e desencaminhar por estes três "espíritos" amaldiçoantes - promotores de tão grave cobiça. Portanto... Fama? Só a do céu! Poder? Só o do Espírito! Riqueza? só a espiritual!

Posso declarar que muito tenho que glorificar o meu Deus, por me ter poupado (e a tantos iguais a mim) de tão terrível prisão! Sei que não sou perfeito; pois em minha vida tenho áreas que precisam de vigilância constante. Todavia, também sei que Jesus me libertou e "para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho" (Filipenses 1.21). Enfim, vou procurar viver uma vida simples em Jesus.

Eis a melhor riqueza: "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração." (Mateus 6:19-21). Então, melhor que ser rico na terra, é ser rico no céu.

Esta canção diz quase tudo, sobre vida confiante em Deus:
https://youtu.be/FoFbr6wYSrM

cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Buscar sua presença

A imagem pode conter: texto

Sei que o Senhor, para sempre, é o mesmo. A própria Bíblia nos diz que "Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente."  (Hebreus 13:8); portanto, crer em sua existência eterna é dever de todo ser humano; ainda que nós saibamos que a fé não é de todos (2 Tessalonicenses 3:2). É sobre esta base que procuro buscar sua presença cada manhã - certo de que não sirvo a um ser fictício, criado pela fértil crendice religiosa. Se que Jesus vive e que um dia voltará, para buscar todos aqueles que nele esperam.

Não preciso temer as grandes tormentas desta vida - presentes e futuras; "Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra." (Jó 19:25). Eu aprendi na Bíblia, que devo orar sempre (Lucas 18:1) e manter os meus olhos firmados em Jesus (Hebreus 12.2). Pois, se fixar meus olhos apenas em referências negativas, corro um sério risco de fracassar. A Palavra nos adverte que: "Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia." (1 Coríntios 10:12). Preciso ser vigilante e seguir em frente.

Precisamos levar em consideração esta severa advertência: "Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus." (Hebreus 12:1,2). Devemos ser constantes no Caminho da Vida. 

Ouça esta canção e desfrute plenamente seu testemunho:
https://youtu.be/uOK4JZlHLtI

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Um rasgo de luminosidade

A imagem pode conter: texto

Nesta manhã, em um rasgo de luminosidade, finalmente percebi que em minha vida, nunca procurei grandeza; sempre procurei servir. Então, ao procurar servir, encontrei grandeza! Sei que à primeira vista, parece paradoxo; todavia... Não encontrei grandeza nas grandes montanhas; ou na opulência dos homens; ou, mesmo, nas tarefas nobres. Antes, bem ao contrário, encontrei grandeza em coisas pequenas... Tais como: No sorriso franco de uma criança; no desabrochar de uma flor; no cantar de um pássaro; em uma lágrima furtiva; enfim... Real grandeza se vê nas coisas pequenas.

Descobri que, quando servimos, nos tornamos grandes... Não o tipo de grandeza que o ser humano persegue - da qual cada vez mais se distancia. Pois, grandeza não é poder de mando; e sim, poder servir. E quem pensa diferente comete equívoco que pode custar caro no dia de amanhã... Pois, enquanto alguém quer ser grande; não deixa de ser pequeno. Ao passo que, ao buscar ser servo; alguém encontra a grandeza, mesmo sem a ter buscado. A Palavra de Deus insiste que "Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber." (Atos 20:35)... Sem Deus, nunca! Com ele, sempre!

Este testemunho e advertência de Jesus, muito tem me inspirado: "Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes." (João 13:12-17). Pois nele fica evidente que a real grandeza está na vida de quem serve.

Por favor... Ouça esta canção e pense em seus valores:
https://youtu.be/PFe1FBfAhS4

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Surpresa ainda maior

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Cada dia que vivo, mais me convenço da necessidade de orar... Por uma geração cristã que, em termos bíblicos, deixa muito a desejar. Estou me referindo aos que encontram prazer em festas - como o carnaval e outras afins; e aos que postam fotografias e até certos "tristemunhos" (alguns crentes chegam a postar fotos com trajos que desnudam partes do seu corpo que deveriam ser preservadas). E ainda pior: Mães que postam fotos de seus filhos ainda pequenos - maquiados e com vestes sumárias; em dias de terrível pedofilia. Precisamos mesmo orar, pelos que banalizam a sua fé.

Fico a pensar no retrocesso que se evidencia em certos quadros apresentados na grande rede... E na tristeza que causa ao nosso Deus; quando vê certos cristãos agirem com modo tão impensado e insensato - como se o seu crescimento espiritual e intelectual tivesse ficado preso em algum lugar no passado. Mas, me causa surpresa ainda maior é ver alguns pastores postando opiniões e até fotos pessoais, as quais deveriam ser de caráter reservado... Alguns chegam até ao extremo, de postar mágoas e queixumes; como se estivessem a se consultar - com algum pastor ou um psicólogo.

A Bíblia nos exorta a viver uma vida cristã sem escândalo e em santidade: "Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado; Antes, como ministros de Deus, tornando-nos recomendáveis em tudo; na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias, Nos açoites, nas prisões, nos tumultos, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns, Na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido," (2 Coríntios 6:3-6). É isto que imprimimos em nossa bandeira: "Santidade como estilo de vida"!

Quão profunda é a letra desta canção de Anderson Freire:
https://youtu.be/tKJ9Lp3GwHs

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Errar é humano

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Uma das verdades, que salta aos meus olhos; é a de que, neste mundo, erramos muito... Muito mesmo! Erramos no pensar, no falar, no proceder. É tal como diz o adágio: "Errar é humano." O problema maior, não é o nosso errar; e sim, quando o nosso errar induz outros a errar (e veja que ainda nem falei em pecado). Precisamos rever estes conceitos: "Ninguém tem nada com a minha vida" e "não tenho que dar satisfação a ninguém". Na verdade, todos sempre têm algo a aprender (ou desaprender) com nossa vida.

Percebo que os erros (mesmo aqueles mais simples) podem ser tão danosos como os mais graves pecados. Na verdade, erros repetidos (mesmo aqueles não intencionais) podem derivar para pecado e deformação do caráter. Conheço alguns lares; os quais simples erros repetitivos (mesmo sem intenção de prejudicar) acabaram destruindo. Portanto, este assunto é muito sério! Pois, quando os erros se sucedem, não sendo devidamente corrigidos; podem causar males irreparáveis - na vida presente e na vida futura.

Este texto é um alerta à todos nós, crentes em Jesus: "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé." (Gálatas 6:7-10). Devemos evitar errar.

Esta canção do Anderson Freire é imortalizada pela relevância:
https://youtu.be/Y8QWKwo5Vw8

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Oração

A imagem pode conter: texto

Hoje senti necessidade de levantar mais cedo que o habitual. Quando isto acontece, razões sempre existem. E como sempre faço; me dirigi ao meu novo lugar de oração, ainda que provisório. Enquanto orava, chorei e intercedi; pois tenho consciência do dever de estar em oração, na presença de Deus, ao menos uma vez por dia. Pois, mesmo desconhecendo as razões para orar; elas sempre existem! Não há cristão, por mais dedicado que seja, que não tenha algum motivo para sentir dor e tristeza.

Jesus nos avisa, que teremos aflições no mundo (João 16.33); e o apóstolo Paulo nos encoraja, ao dizer a nossa tribulação é leve e momentânea (2 Coríntios 4:17). Então, não devemos expressar surpresa ao sermos provados, feridos, tentados; pois a Palavra de Deus nos deixa de sobreaviso. E esta deve ser uma das mais fortes razões, para buscarmos a presença de Deus. Só mesmo orando com perseverança, podemos enfrentar e vencer adversários e as adversidades por eles causadas. Orar sempre!

Pense nestas recomendações de Jesus: "E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem." (Lucas 21:34-36). Elas nos movem a orar sempre!

Este hino apresenta diversos motivos, para orarmos mais:
https://youtu.be/OnMQJdu_Ums

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Itinerância

A imagem pode conter: texto, atividades ao ar livre e natureza

Enfim, mudamos para uma casa que atende a todas as nossas necessidades, aqui em Portugal. Então, Azurva vai se tornando uma espécie de "condomínio" de obreiros wesleyanos (de nossa janela, podemos ver a cozinha do Bispo Geraldo e Marleide). Na verdade, a itinerância de um obreiro é um como um pequeno elo entre o seu ministério e o chamado de Abraão; o qual levou este servo de Deus à lugares nunca antes pensados - seguindo com os seus olhos postos no futuro, até o fim da jornada vocacional.

Ao pensar nisto, lamento por aqueles que resistem à itinerância (alguns até lutam contra ela); pois, os mesmos nem imaginam a dimensão da ventura de "ir" em nome do Senhor - ainda que por lugares jamais percorridos; quiçá, jamais desejados. Creio nas promessas e no chamado de Deus, É assim que creio! É assim que sigo! Portanto, sem me prender ao passado ou olhar para trás; sigo o rumo da missão recebida, que aponta para a frente e para o alto. Louvo a Jesus, por este entendimento que ele me deu. Aleluia!

Devemos imitar Abraão, que "não enfraquecendo na fé, não atentou para o seu próprio corpo já amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara. E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus, E estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para o fazer. Assim isso lhe foi também imputado como justiça." (Romanos 4:19-22). Ele é exemplo para quem se sente vocacionado.

Esta canção é importante meio de incentivo à seguir em frente:
https://youtu.be/y2_pxNYbPUA

Cordialmente;
Bispo Calegari